Mundo

Corrupção
17/01/2017
Corrupção
17/01/2017

Realidade

Desnutrição crônica na Bolívia é a mais alta da América Latina

Brasília – O Programa Mundial de Alimentos (PMA), das Nações Unidas, alertou que a Bolívia registra níveis de desnutrição crônica entre 25% e 27%, quando a média regional é de 16%. A informação é do diretor-regional para a América Latina e o Caribe do PMA, Miguel Barreto. Na sua avaliação, o governo boliviano precisa gerar programas contra a fome que fomentem o consumo de produtos locais que não afetem as economias dos mais pobres.

Barreto explicou que “em termos reais, a América Latina nos últimos dez anos evoluiu muito na luta contra a desnutrição. Mais de dez países alcançaram a meta dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), mas ainda mantemos níveis de desnutrição que oscilam entre 49% e 1%”, disse.

Ele explicou ainda que na América Latina, 34 milhões de pessoas vão dormir com fome. “Encontram-se em estado de subnutrição o que significa que comem de maneira irregular, adicionalmente há cifras que vão de 50% a 1% em termos de desnutrição crônica. Os países com os maiores níveis de desnutrição crônica na região são Guatemala, Haiti e Bolívia”, revelou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *