Brasília, 18 de novembro de 2018 - 13h34

Integração

09 de maio de 2011
por: InfoRel
Compartilhar notícia:



O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, realiza visita oficial ao Brasil nesta terça-feira, 10, quando se reúne pela primeira vez com a presidente Dilma Rousseff.



 



Os dois irão repassar a agenda bilateral e discutir temas regionais como o retorno de Honduras à Organização dos Estados Americanos (OEA).



 



De Brasília, Chávez segue para Quito no Equador e de lá para Havana, em Cuba.



 



Hugo Chávez pretende impulsionar as relações que há época do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, eram intensas entre os dois países.



 



Pragmática, Dilma Rousseff pretende cobrar o repasse de US$ 400 milhões da estatal venezuelana de petróleo, PDVSA, para as obras da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.



 



De acordo com o governo brasileiro, apesar do projeto ser binacional, apenas a Petrobras investiu na obra.



 



A presidente brasileira quer analisar detalhadamente os acordos bilaterais pendentes e concentrar o foco da cooperação em temas de energia.



 



Em 2010, o volume de comércio entre Brasil e Venezuela chegou aos US$ 4,6 bilhões.



 



Conselho de Segurança



 



Dilma Rousseff e Hugo Chávez assinarão um Comunicado Conjunto em que reafirmarão a postura de ambos a favor de uma reforma do Conselho de Segurança das Nações Unidas.



 



A Venezuela também vai confirmar o seu apoio ao ingresso do Brasil como membro permanente do organismo em representação à América Latina.



 



Para Dilma Rousseff, a pretensão brasileira “não é capricho”.



 



Na opinião da presidente brasileira, muitas organizações internacionais estão obsoletas e a ONU “envelheceu”.



 



Segundo ela, “reformar o Conselho de Segurança não é capricho do Brasil. [É uma iniciativa que] reflete a correlação de forças do século 21. Mais do que isso exige que as grandes decisões sejam tomadas por organismos representativos”.



 



O Brasil defende ampliar de 15 para 25 o número de países membros do Conselho, entre permanentes e não permanentes.

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...