Brasileiros cotados para assumir UNASUL
26/11/2010
UNASUL
26/11/2010

Diplomatas brasileiros vão apoiar Guiana na UNASUL

Diplomatas brasileiros vão apoiar Guiana na UNASUL

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou nesta sexta-feira que o Brasil disponibilizará dois diplomatas para que a Guiana possa presidir o bloco sem problemas.

O país recebeu a presidência pro tempore da UNASUL nesta manhã em Cúpula dos Chefes de Estado que é realizada em Georgetown.

Na noite de quinta-feira, 25, Lula recebeu do presidente Bharrat Jagdeo, a “Ordem da Excelência”, maior condecoração da Guiana em evento realizado no Centro Cultural Nacional de Georgetown.

Lula também ofereceu realizar no Brasil as próximas reuniões da UNASUL uma vez que a Guiana não possui recursos humanos e estrutura para sustentar o trabalho de fortalecimento da integração.

A transferência da presidência pro tempore do Equador para a Guiana sempre preocupou os integrantes do bloco.

O país pouco participou das discussões nos sete conselhos já implantados e sua presidência pode representar um retrocesso para a região.

No entanto, o Tratado Constitutivo diz que o comando da UNASUL seguirá o sistema de rodízio por ordem alfabética entre os países membros.

Lula aproveitou a oportunidade para pedir o apoio da Guiana ao acordo comercial que negociam o Mercosul e a Comunidade do Caribe (Caricom).

Para fortalecer a integração da Guiana à América do Sul, Lula anunciou o desejo do Brasil em construir uma hidrelétrica naquele país com o apoio da Eletrobrás, além de uma rodovia entre as cidades de Lethem, na fronteira com o Brasil, e Linden, distante 100 km da capital.

Desta forma, o Brasil também terá mais facilidades para a saída de seus produtos aos portos do Caribe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *