Relações Exteriores

Defesa
04/04/2013
Retorno do Paraguai ao Mercosul não está garantido
05/04/2013

Diplomacia

Embaixador do Brasil na Bolívia deixará o cargo por tensões

Brasília – O embaixador do Brasil em La Paz, Marcel Biato, está oficialmente em férias depois de ser chamado para consultas pelo ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota. Na prática, Biato já está fora da embaixada e não há nomes para sucedê-lo no cargo.

Tudo por conta das tensões bilaterais envolvendo principalmente o asilo político concedido pelo Brasil ao senador boliviano Roger Pinto que há onze meses vive numa sala dentro da Embaixada do Brasil.

Na última quinta-feira, 4, o chanceler brasileiro afirmou em depoimento à Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional do Senado, que Biato estava de férias, mas reconheceu o desgaste do diplomata junto às autoridades bolivianas.

A morte de um torcedor do San José em jogo com o Corinthians, pela Copa Libertadores e que resultou na prisão de 12 torcedores do time paulista, só serviu para aumentar as tensões. Além disso, presos brasileiros estão sendo vítimas de ataques nas prisões bolivianas e estudantes que procuram o país vizinho para cursar medicina, sofrem todo tipo de extorsão e humilhações.

No mês de março, Marcel Biato esteve na Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados. A portas fechadas fez um relato da situação e deixou claro que já não há diálogo com os bolivianos.

No Senado, Patriota também negou que o Brasil esteja negociando uma troca entre o senador Pinto e os 12 torcedores brasileiros e que a presidente Dilma Rousseff teria garantido a segurança do político na embaixada.

De acordo com Patriota, o Brasil continuará trabalhando para que o senador obtenha um salvo-conduto e possa deixar a Bolívia. Em março, Patriota esteve em La Paz e conversou sobre o assunto com o chanceler David Choquehuanca e o presidente Evo Morales. Segundo ele, um grupo de especialistas irá analisar o caso em até 20 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *