Relações Exteriores

Parceria Estratégica
19/05/2012
Peru vai melhorar serviço de inteligência para com
19/05/2012

Empresários brasileiros vão exportar US$ 33 milhõe

Empresários brasileiros vão exportar US$ 33 milhões para o Peru

Brasília – Em evento realizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações (Apex), com o apoio do ministério das Relações Exteriores, representantes de 39 empresas brasileiras participaram de 467 rodadas de negócios no Peru durante missão comercial realizada nesta semana. Nos próximos 12 meses, eles irão exportar para o mercado peruano um total de US$ 33,150 milhões.

Para esta missão, a Apex selecionou companhias brasileiras dos setores de alimentos e bebidas; tecnologia; construção; máquinas e equipamentos; químicos; plásticos; saúde; móveis; e moda.

Durante a missão comercial, o secretário-executivo adjunto do MDIC, Ricardo Schaefer, se encontrou com o vice-ministro de Comércio Exterior do Peru, Carlos Posada Ugaz, para a IV Reunião da Comissão de Monitoramento de Comércio Brasil-Peru.

As autoridades dos dois países discutiram a abertura de mercado para produtos específicos de interesse do Peru, como cítricos, flores frescas, pêssego, pescados, processos de rotulagem de produtos de origem animal, além da estruturação dos postos de fronteira.

Além disso, Brasil e Peru acertaram a renovação do Convênio de Cooperação entre a Apex-Brasil e a Promperu, com medidas estruturadas e um calendário de atividades para dinamizar o comércio bilateral e a integração das cadeias produtivas.

Autoridades do governo peruano devem visitar a Zona Franca de Manaus e os dois países darão apoio institucional à realização da Expo Peru em Porto Velho (RO), no segundo semestre deste ano.

Intercâmbio Comercial

A média de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) peruano está em 6,3% nos últimos dez anos e a tendência é de continuidade dessa expansão, com atração de investimentos e de aumento das exportações e importações do país.

De acordo com o ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o Peru é um mercado potencial para exportações brasileiras de produtos manufaturados com a superação de obstáculos relacionados à infraestrutura logística de transportes.

Nesse sentido, a Rodovia Interoceânica Sul deverá facilitar a integração comercial e produtiva entre os dois países.

Entre janeiro e abril deste ano, o Brasil exportou US$ 730 milhões para o Peru, com alta de 7,1% sobre as vendas realizadas no mesmo período do ano passado (US$ 681,5 milhões).
Já o Peru exportou US$ 404,3 milhões para o mercado brasileiro, com uma queda de 1,5% em relação ao comercializado no quadrimestre de 2011 (US$ 410,6 milhões).

Os principais produtos brasileiros exportados para o Peru, nos primeiros quatro meses de 2012, foram: máquinas e aparelhos de terraplanagem e perfuração (US$ 88,194 milhões, que representaram 12,1% das vendas no período); óleos brutos de petróleo (US$ 60,982 milhões, 8,4%); veículos de carga (US$ 56,298 milhões, 7,7%); polímeros de etileno, propileno e estireno (US$ 43,893 milhões, 6%); e chassis com motor para carrocerias e para veículos automóveis (US$ 29,191 milhões, 4%).

Na relação dos principais produtos adquiridos pelo Brasil originários do Peru, no período, estão: catodos de cobre (US$ 149,107 milhões, com participação de 36,9% do total das importações); minérios de zinco e seus concentrados (US$ 49,191 milhões, 12,2%); petróleo em bruto (US$ 31,883 milhões, 7,9%); fosfatos de cálcio (US$ 26,389 milhões, 6,5%); e naftas (US$ 25,891 milhões, 6,4%).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *