Congresso discute propostas para a criação do Esta
24/11/2009
Corrupção: da esquerda para a direita
01/12/2009

Encontro de Lula com Ahmadinejad gera inquietação

Encontro de Lula com Ahmadinejad gera inquietação

Nesta segunda-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu com entusiasmo o líder iraniano Mahmoud Ahmadinejad.

Contestado mundialmente por suas declarações sobre Israel, a perseguição contra homossexuais e o controvertido programa nuclear do país, Ahmadinejad afirmou que Estados Unidos e Israel não têm coragem para atacar o Irã.

Lula não tocou nas feridas e preferiu um discurso formal onde disse como o Brasil trata determinadas questões, como a energia nuclear para fins pacíficos.

Em seu discurso, reiterou o compromisso do Brasil com os direitos humanos e a tolerância, o respeito às diversidades e a necessidade de todos trabalharem pela paz.

Ele reiterou o compromisso do Brasil com o Oriente Médio e defendeu uma solução que passa pela criação do Estado Palestino e a segurança de Israel.

Na avaliação do Itamaraty, a visita de Ahmadinejad está inserida no contexto de uma política externa independente onde não há espaço para isolacionismo.

Desde domingo, manifestações foram realizadas contra e a favor da visita de Ahmadinejad que deixou Brasília rumo à Bolívia e Venezuela.

Em sua visita ao Congresso, Mahmoud Ahmadinejad pôde perceber o incômodo com sua visita. Poucos parlamentares receberam a comitiva.

Sarney e Michel Temer o trataram protocolarmente.

Para a oposição, o governo brasileiro errou ao insistir na visita do presidente do Irã.

Deputados e senadores acreditam que as relações do Brasil com os Estados Unidos serão prejudicadas e que a imagem de Lula como líder mundial será afetada.

Em entrevista coletiva, Mahmoud Ahmadinejad explicou que o Irã tem o direito de desenvolver seu programa nuclear e que a proposta de enriquecê-lo no exterior não deve ser aceita como apresentada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *