Brasília, 21 de novembro de 2018 - 09h05

Equador reforça presença militar na fronteira com

04 de novembro de 2011
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Quito - O governo equatoriano mobilizou 200 militares para a fronteira com a Colômbia com o objetivo de impedir que guerrilheiros das Farc ingressem em seu território. Dois contingentes da Força Aérea Equatoriana foram deslocados para Sucumbíos e Esmeraldas.



De acordo com o general Wagner Bravo, a Força Aérea irá apoiar as operações terrestres executadas pelo Exército. Bravo comanda as tropas na região fronteiriça com a Colômbia.



Equador e Colômbia dividem uma fronteira de 700 km. Além da presença de guerrilheiros das Farc, narcotraficantes e contrabandistas também atuam na região.



O governo equatoriano assegurou que não está militarizando a fronteira. "Estamos dando importância a uma situação que se vive na fronteira. Colômbia tem um problema e não queremos que ele ultrapasse os limites entre os dois países", afirmou Wagner Bravo.



No total, o Equador mantém 13 mil militares ao longo de toda a sua fronteira norte. Em agosto, o país anunciou a construção de um posto policial para controlar o fluxo de pessoas que transitam entre os dois países.



A decisão de reforçar a presença militar equatoriana na fronteira vem de 2008 quando o Exército colombiano bombardeou um acampamento das Farc em Sucumbíos. Na ocasião, 25 pessoas morreram, entre elas, o número dois da guerrilha, Raúl Reyes.



Por conta do ataque, as relações entre Equador e Colômbia foram congeladas por 21 meses.



 

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...