Brasília, 15 de novembro de 2018 - 05h24
Equador terá novo acordo militar com os Estados Unidos

Equador terá novo acordo militar com os Estados Unidos

08 de maio de 2018
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
Brasília – O governo do Equador negocia um novo acordo militar com os Estados Unidos após os episódios de violência registrados na fronteira deste país com a Colômbia. Em um deles, três jornalistas foram sequestrados por dissidentes das FARC e assassinados na selva. Em janeiro, um carro bomba explodiu em um quartel da polícia em San Lorenzo.

No entanto, as pressões para que os Estados Unidos desloquem tropas e ocupem uma base militar no Equador, não deverão surtir efeito. O governo local rejeita essa possibilidade e Washington descarta qualquer entendimento para reativar a antiga Base Militar de Manta, no Pacífico.

Os Estados Unidos mantiveram soldados na cidade portuária entre 1999 e 2009. A Constituição equatoriana de 2008 proíbe a presença de forças militares estrangeiras no país. De acordo com o ministro da Defesa, Oswaldo Jarrín, este tema não está sendo negociado.

“Não há nenhuma base internacional que será instalada em território nacional” afirmou. O presidente Lenín Moreno, já havia dito em março que as negociações com os Estados Unidos não contemplavam a cessão de base militar alguma.

De acordo com a Constitutição em seu artigo 5, “o Equador é um território de paz. Não se permitirá o estabelecimento de bases militares estrangeiras nem instalações estrangeiras com fins militares. Se proíbe ceder bases nacionais a Forças Armadas ou de segurança estrangeiras”.

Por conta dos conflitos na zona de fronteira com a Colômbia, os governos do Equador e dos Estados Unidos firmaram recentemente um convênio enfocado na cooperação em matéria de segurança, que implica intercambiar informação, temas de inteligência e experiências para a luta contra o tráfico de drogas e o combate à delinquência organizada transnacional.

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...