Brasília, 12 de dezembro de 2018 - 15h56

Satélites & Foguetes

03 de outubro de 2016
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Brasília - Os Estados Unidos e o Brasil devem iniciar em breve as negociações para a assinatura de um acordo de cooperação espacial envolvendo o uso do Centro de Lançamentos de Alcântara, no Maranhão. O ministro da Defesa, Raul Jungmann, revelou que o acordo firmado ainda no governo Fernando Henrique foi retirado do Congresso e que um novo texto será objeto de discussão entre os dois países.



Jungmann também garantiu que o acordo bilateral com a Ucrânia que previa a construção do foguete Cyclone-4, está definitivamente encerrado sem possibilidades de ser retomado. Ele confirmou ainda a intenção do governo em transformar a Base de Alcântara numa fonte comercial de ingressos por meio do lançamento de foguetes. “O lançamento de satélites e foguetes aeroespaciais tem para nós uma enorme importância que seja retomada em bases soberanas”, revelou.



O assunto foi tema de discussão na última sexta-feira, 30, durante o 1º Diálogo da Indústria de Defesa Brasil – Estados Unidos, realizado no Itamaraty. A reunião concluiu com a assinatura de uma carta de intenções, oficializando a intensificação do diálogo entre os governos, juntamente com as indústrias de Defesa dos dois países.



De acordo com o ministério da Defesa, participaram do diálogo representantes de mais de 65 empresas do setor visando assuntos de interesse de ambos os países, como transferência de tecnologia e exportação e importação de produtos de Defesa.



A embaixadora norte-americana Liliana Ayalde, afirmou que as Forças Armadas do Brasil e dos estados Unidos têm intensificado as relações de cooperação na área. “Estamos construindo sobre uma fundação muito forte. Militares e governo têm relacionamento frutífero para unir nossas indústrias”, destacou.



Das parcerias consolidadas entre os governos, segundo ela, está a cooperação entre a Boeing e a Embraer, no acordo comercial para o cargueiro da Força Aérea Brasileira, KC-390; e o emprego do caça A-29, também da empresa brasileira, pelas Força Aérea norte-americana no Afeganistão. “Estamos empenhados em fortalecer nossos vínculos nos anos vindouros,” disse.



Já o ministro da Defesa destacou a importância de institucionalizar a cooperação entre os dois países, fazendo com que ambos comunguem das mesmas ideias e partilhem de uma agenda de interesses. Jungmann ressaltou o desejo em desenvolver um produto na área de Defesa que seja binacional. “O diálogo é o ambiente ideal para facilitar negócios e eliminar barreiras para o compartilhamento e aprofundamento da cooperação entre os governos”, afirmou.


Assuntos estratégicos

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

O Senado do Paraguai postergou para março de 2019 a análise de três projetos de...
Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Na última terça-feira, 4, a governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o ministro...
Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...