Defesa

Estrangeiro acusado de Terrorismo será expulso
05/01/2012
Pacífico
09/01/2012

EUA suspende compra do Super Tucano

EUA suspende compra do Super Tucano

Brasília – O governo dos Estados Unidos suspendeu temporariamente a compra de 20 aeronaves Super Tucano da EMBRAER. O negócio de US$ 355 milhões está sendo questionado na Justiça norte-americana pela Hawker Beechcraft, concorrente da brasileira.

De acordo com o Pentágono, o Super Tucano será destinado ao Corpo Aéreo do Exército do Afeganistão no combate aos guerrilheiros do Talibã. Os A-29 devem ser utilizados no treinamento avançado em vôo, vigilância, interdição aérea e apoio aéreo.

O Pentágono explicou que o LAS (Apoio Aéreo Leve), é um programa desenhado para o governo afegão.

A parceira da EMBRAER nos Estados Unidos, Sierra Nevada Corporation, informou que recebeu uma “ordem de paralisação” por parte da Força Aérea dos Estados Unidos.

Para a Hawker Beechcraft, a Força Aérea dos Estados Unidos agiu sem transparência ao excluir a empresa norte-americana do processo. A empresa participou da concorrência com o AT-6 que não tem nenhum combate no currículo.
A venda do AT-6 é a grande aposta da Hawker Beechcraft que enfrenta sérias dificuldades financeiras. O negócio lhe permitiria criar 1,4 mil empregos em 20 estados.

A empresa conta com o poderoso lobby de congressistas norte-americanos num ano que é eleitoral nos Estados Unidos, para reverter a situação.

O mercado para esse tipo de avião deve movimentar cerca de US$ 3,5 bilhões até 2020 com a comercialização de 300 aeronaves.

A empresa vencedora terá 60 meses para entregar as 20 aeronaves e este foi o primeiro contrato firmado entre a EMBRAER e o Departamento de Defesa dos Estados Unidos.

Oficialmente, a EMBRAER não se pronunciou, mas fontes da empresa explicaram que o imbróglio deve ser resolvido nos próximos dias e que não há chance de perder o negócio até porque, 88% dos componentes da aeronave são fabricados por empresas norte-americanas e o Super Tucano será montado em Jacksonville, na Flórida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *