Relações Exteriores

OEA
07/06/2005
Programa Espacial
07/06/2005

Diplomacia

Ex-presidente do Equador abre mão da condição de asilado

O ex-presidente do Equador, Lucio Gutiérrez, comunicou nesta segunda-feira ao ministério da Justiça, que abriu mão da condição de asilado político. Ele recebeu o asilo político no dia 28 de abril depois de ser derrubado do governo.

Através de uma carta entregue ao secretário-executivo do ministério da Justiça, Luiz Paulo Barreto, ele alegou razões de ordem pessoal e que irá para os Estados Unidos.

A esposa do ex-presidente, Ximena Bohórquez Romero, que chegou a renunciar ao cargo de deputada federal, e a filha mais nova, Viviana Estefania, de 15 anos, abriram mão do ‘status’ há 30 dias e foram autorizadas a retornarem ao Equador. A filha mais velha do ex-presidente, Carina Ximena, que é cadete do Exército, preferiu continuar no Equador.

Segundo o Itamaraty, “trata-se de decisão pessoal, sobre a qual o governo brasileiro não tem o que opinar. O senhor Lucio Gutiérrez está livre para deixar o Brasil no momento em que desejar nada impedindo que retorne ao país, em qualquer tempo, na condição de turista”.

Lucio Gutierrez chegou a ficar abrigado na embaixada brasileira em Quito, antes mesmo de receber o asilo político formal. Ele foi resgatado pela Força Aérea Brasileira e vive no Setor Militar Urbano, Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *