Brasília, 23 de fevereiro de 2020 - 00h22
Exército fortalece agenda externa de olho na cooperação internacional

Exército fortalece agenda externa de olho na cooperação internacional

13 de janeiro de 2020 - 16:44:15
por: Marcelo Rech
Compartilhar notícia:

Brasília – O Exército está fortalecendo a sua agenda externa com especial interesse na cooperação internacional. Para tanto, o atual comando vem ampliando o diálogo com forças homólogas em todos os continentes. Além da cooperação propriamente dita, há também um grande interesse na promoção dos produtos de defesa brasileiros.

Por exemplo, a relação do Exército com os exércitos dos países asiáticos busca novas oportunidades de cooperação e a ampliação da já existente. Em julho de 2019, o Comandante do Exército, general Edson Leal Pujou, visitou os comandantes do Exército do Japão e da Indonésia. O Exército do Japão é um tradicional parceiro militar do Brasil e durante a visita foi agendada a realização da VI Conversação Bilateral de Estados-Maiores entre os dois países, a ocorrer em abril deste ano, em Tóquio.

A visita à Indonésia foi pioneira, e registrou novo marco no nível das relações militares com aquele país. A Indonésia, assim como o Brasil é uma potência regional que tem interesse no desenvolvimento do Sistema Astros, bem como na troca de experiências e informações no emprego desse sistema de armas. Para março, está prevista a realização da I Conferência Bilateral de Estado-Maior com o Exército da Indonésia.

Para 2020, estão previstas ainda visitas de alto nível à Índia, China e Rússia, com a realização de Conferências Bilaterais de Estado-Maior. Estas reuniões pretendem abrir novas oportunidades e ampliar os conhecimentos sobre doutrina militar.

Em relação ao continente africano, estão mantidas as ações de cooperação por intermédio do apoio a alunos estrangeiros em cursos nas escolas militares, a condução de treinamentos de Engenharia Militar com o Senegal e Quênia, e o apoio em palestras nos centros de operações de paz africanos, mantendo instrutores no centro de operações de paz da Etiópia.

Europa

No continente europeu, foram conduzidas em 2019 reuniões de alto nível com Alemanha, Espanha, França, Itália, Portugal, Reino Unido e Suécia. Para 2020, fruto dos acordos realizados, está prevista a ampliação e o intercâmbio com os exércitos europeus, destacando-se os seguintes eventos:

Alemanha

- Intercâmbio na área de Blindados; e

- Reunião de acompanhamento de contrato de aquisição do Sistema GEPARD (PMR GEPARD).

Espanha

- Intercâmbio na área de Geointeligência; e

- Intercâmbio de gestão ambiental com o Exército da Espanha.

França

- Competição Internacional Acadêmica RoboCup 2020-IME;

- Intercâmbio Doutrinário ao 61º Regimento de Artilharia – Chaumonte 11º Regimento de Artilharia de Marinha; e

- 26ª Conferência da Associação Internacional dos Centros de Treinamentos de Operações de Paz (IAPTC).

Itália

- Intercâmbio de especialistas nos seguintes locais: "Training Specialization and Doctrine Command", "The Simulation and Validation Centre of the Army", "The Training Command and Application School of the Army" e "NATO Rapid Deployable Corps".

Portugal

- Curso de Técnicas de Emergências para Profissionais de Saúde.

Reino Unido

- Simpósio Future Armoured Vehicles Survivability;

- Estágio - Propulsão de Veículos Militares - Military Vehicle Propulsion; e

- Estágio - Sistemas de Comunicações - Communication System.

O Exército informou ainda que as ações com o continente europeu estão enquadradas dentro da Diretriz para as Atividades do Exército Brasileiro na Área Internacional (DAEBAI) como “Arco do Conhecimento”, e têm a finalidade de manter o Exército alinhado com o que está ocorrendo de mais atualizado em termos de doutrina e atividades militares, bem como projetar a capacidade do militar brasileira junto aos exércitos de ponta.

Na América do Norte, o destaque vai para as atividades realizadas com os Estados Unidos e o Canadá. A parceria entre os exércitos do Brasil e dos Estados Unidos vem aumentando e se aprofundando ao longo dos tempos. Em 2019, foram realizadas diversas atividades de intercâmbio nos dois países, particularmente nas áreas de Educação (cursos), Inteligência, Operações, Logística e Defesa Cibernética.

Ainda, em 2019, durante a Conferência Bilateral de Estado-Maior, foram acordadas várias atividades para 2020 nestas mesmas áreas.

Com o Canadá, o intercâmbio entre os exércitos também tem amadurecido ao longo dos anos. Em 2019, as trocas ocorreram basicamente na área de educação (cursos) e exercícios no terreno (observação).

Em Conferência Bilateral de Estado-Maior realizada no ano passado, foram acordadas atividades para 2020 na área de educação, missão de paz, comunicação social e operações, incluindo a participação de tropa do Exército em exercícios no Canadá.

Ainda, em relação ao Canadá, decreto assinado em 2019, estabeleceu, naquele país, a Aditância de Defesa, Naval, do Exército e Aeronáutica que será exercida por um coronel do Exército. Os trabalhos de implantação desta nova Aditância militar estão em andamento, com previsão de ativação em 1º de julho.

América do Sul

Na América do Sul, a cooperação e a integração entre os exércitos tem sido importante para o fortalecimento da confiança mútua e ampliação dos laços de amizade. Neste sentido, o Exército participa de iniciativas multinacionais e bilaterais que permitem a ampliação da rede de relações interpessoais e institucionais com os demais exércitos.

Diversas atividades foram realizadas em 2019, das quais se destacam:

  1. Conferências Bilaterais de Estado-Maior (Colômbia, Uruguai e Bolívia) estabelecendo os intercâmbios nos campos da educação, doutrina, missões de paz, e aviação;
  2. Reuniões Regionais de Intercâmbio Militar (com todos os países sul-americanos exceto Chile e Equador por não fazerem fronteira com o Brasil) promovendo encontros entre as unidades militares de fronteira, estabelecendo contato pessoal, cooperação e o fortalecimento da confiança mútua;
  3. Os Exercícios e as Operações Binacionais/Multinacionais são objetivos regionais do Exército e aumentam o potencial e a capacidade de trabalho conjunto, dos quais, podemos destacar:

- Exercício GUARANI (Argentina), realizado de 13 a 16 de setembro de 2019, com participação de tropa de Cavalaria Mecanizada em operações convencionais

- Exercício de SIMULAÇÃO CONSTRUTIVA ARANDU (Argentina), realizado de 8 a 12 de setembro de 2019, na qual os exércitos compartilharam experiências doutrinárias, táticas, técnicas e procedimentos aeromóveis e aeroterrestres, além de estabelecer padrões comuns de trabalho combinado durante o referido exercício;

- Exercício PARANÁ (Paraguai) operação convencional, criada em 2016, com participação de tropa de Infantaria Mecanizada visando aumentar a interoperabilidade dos exércitos brasileiro e paraguaio.