Defesa

Brasil se associa à Agência Internacional de Energia
02/11/2017
Brasil e EUA debatem implementação de sistema inovador de navegação
02/11/2017

Exército realiza entrega de 12 viaturas do Programa ASTROS 2020

Brasília – Em cerimônia realizada na segunda-feira, 30, em Formosa (GO), o Exército entregou 12 viaturas modernizadas, no padrão MK3-M, do Programa ASTROS 2020, à 3ª Bateria do 6º Grupo de Mísseis e Foguetes (6º GMF). Esse foi o terceiro lote das viaturas que fazem parte dos Projetos Estratégicos da Força e representa um salto tecnológico de capacidade, eficiência e efetividade para o apoio de fogo da Força Terrestre.

De acordo com o ministério da Defesa, após o processo de modernização, de propriedade intelectual do Exército, as viaturas foram dotadas de tecnologia digital similar à da versão MK6, que compreende os trabalhos de engenharia e a execução das atualizações mecânicas, eletromecânicas, eletrônicas e de software de comando e controle.

Para o comandante Logístico do Exército, general Guilherme Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, o momento é significativo para a modernização da segurança nacional e traz um benefício considerável com a economia financeira alcançada no processo de remodelagem das viaturas. “E assim o Forte Santa Bárbara (Centro de Artilharia de Mísseis e Foguetes em construção em Formosa) torna-se uma realidade, uma grande potência de fogo no Centro-Oeste”, concluiu.

O presidente da Avibras, João Brasil Carvalho Leite, destacou que a indústria de defesa tem que ser exportadora e desenvolver produtos em parceria com as Forças Armadas. “Isso é muito importante para o nosso país e este modelo está sendo aplicado no Programa ASTROS 2020 com muito sucesso”, comentou.

Segundo o general Theophilo, a entrega das viaturas marca mais um importante avanço para o Programa ASTROS, que vem desenvolvendo projetos de peso como o Sistema Integrado de Simulação. “Atualmente o Centro Tecnológico em Santa Maria, em parceria com o Programa Astros, desenvolve esse material de simulação, que é fundamental, principalmente, no processo logístico. Um exemplo é que conseguimos realizar um adestramento de uma guarnição, sem disparar um tiro, apenas com o uso da tecnologia da simulação”, explicou.

O ASTROS 2020 é o resultado da parceria entre o Exército e a indústria bélica nacional, o que coloca o Brasil entre as principais nações no domínio de novas tecnologias de Mísseis e Foguetes. Outro projeto do programa é o desenvolvimento do Míssil Tático de Cruzeiro, que fará do Brasil a sétima nação a ter o domínio desta tecnologia.

ASTROS 2020

O Programa Estratégico do Exército ASTROS 2020 busca a dissuasão extrarregional para a defesa do Brasil. Alinhado com a Estratégia Nacional de Defesa, o Sistema é um dos sete programas indutores da transformação do Exército Brasileiro.

Iniciou-se em 2012, com a assinatura de dois contratos com a Avibras Indústria Aeroespacial S/A, companhia 100% nacional. A empresa fabrica produtos de defesa, com a finalidade de desenvolver um míssil tático de cruzeiro, com alcance entre 30 e 300 km, e um foguete guiado de elevada precisão, com alcance de 40 km. O término do programa está previsto para 2023.

Ainda como projetos integrantes do Programa ASTROS estão: a aquisição de novos veículos de combate; a modernização das viaturas do 6º GMF; o Sistema Integrado de Simulação ASTROS (SIS-ASTROS), que trabalha ambientes operacionais virtuais de combate; e o Forte Santa Bárbara, criado com a finalidade de reunir, em um único local, as organizações militares operacionais de mísseis e foguetes, um estabelecimento de ensino, um centro de logística, uma unidade de busca de alvos, unidades administrativas e um campo de instrução adequado para treinamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *