Brasília, 17 de novembro de 2018 - 14h19

Forças Armadas realizam Operação Conjunta Amazônia

23 de maio de 2011
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Tiveram início nesta segunda-feira, 23, as atividades de ambientação da Operação Conjunta Amazônia 2011, que incluem o trânsito fluvial até o local dos exercícios militares e o conhecimento da população nativa.



Até o próximo dia 3 de junho, serão mobilizados 4,5 mil militares da Marinha, do Exército e da Força Aérea em um exercício de simulação de guerra na região.



De acordo com o ministério da Defesa, o objetivo da operação é aprimorar o adestramento das Forças Armadas para atuar, de forma coordenada e eficaz, em conflitos convencionais no ambiente de selva, além de prestar apoio às comunidades ribeirinhas, por meio de ações cívico-sociais.



A programação divulgada pelo Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, órgão encarregado de planejar o emprego conjunto das Forças, prevê que as tropas envolvidas se desloquem até Tefé (AM), município de onde se dará o controle da execução dos exercícios e das ações de apoio à comunidade local.



As atividades de ambientação, que ocorrem até quarta-feira (25), incluem também a patrulha fluvial do Rio Solimões e adestramentos internos das tropas.



Um batalhão de operações psicológicas fará ainda o levantamento de dados da população local, como forma de subsidiar ações a serem desenvolvidas.



Além disso, é parte também da preparação in loco dos militares a execução do chamado “Turno Zero”, atividade que configura um teste final do sistema de simulação de combate e uma espécie de “aquecimento” para o exercício, envolvendo controladores e postos de comando, interligados pelo sistema de comunicações montado para a operação.



O turno zero marca o início da simulação no sistema e caracteriza o início do exercício propriamente dito.



Acisos



Este ano, a operação conjunta será desenvolvida em uma área de aproximadamente 800 mil quilômetros quadrados, abrangendo os municípios de Manaus, São Gabriel da Cachoeira, Tefé, Coari, Japurá, Fonte Boa, Jutaí e Yauaretê.



A Defesas estima que pelo menos duas mil pessoas serão atendidas nas ações cívico-sociais promovidas, que servirão para fortalecer a presença do Estado e das Forças Armadas na região.



Essas ações levarão atendimento médico e odontológico à população de localidades isoladas como Fonte Boa, Japurá e Yauaretê. Serão empregados navios hospitais da Marinha, além de militares dos corpos de saúde do Exército e da FAB, que atuarão utilizando a estrutura de saúde dos municípios envolvidos.

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...