Brasília, 01 de outubro de 2020 - 13h34
G20 aprova Declaração Ministerial sobre Economia Digital

G20 aprova Declaração Ministerial sobre Economia Digital

28 de julho de 2020 - 18:04:58
por: Marcelo Rech
Compartilhar notícia:

Brasília - Os países-membros do G20 apresentaram na quarta-feira, 22, durante um encontro virtual, a Declaração Ministerial sobre Economia Digital. O documento estabelece recomendações e áreas prioritárias para o desenvolvimento da economia digital nos países do grupo, que reúne as principais economias do mundo.

A Declaração Ministerial sobre Economia Digital do G20 aponta como fundamentais para a transformação digital em todo o mundo as seguintes áreas: inteligência artificial confiável; fluxo livre de dados com confiança e fluxos de dados transfronteiriços; cidades inteligentes; indicadores para economia digital; e segurança na economia digital.

O encontro virtual reuniu os ministros do G20 responsáveis pela economia digital, além de representantes de países convidados. A reunião foi coordenada pela Arábia Saudita, que ocupa a presidência do grupo. Os ministros endossaram a declaração e apresentaram as principais ações no setor digital que estão sendo implementadas nos diversos países.

Em sua declaração no encontro, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, ressaltou a importância da ciência e tecnologia na economia digital. “Pesquisa e inovação desempenham um papel essencial no desenvolvimento e aprimoramento de todos os sistemas necessários para a economia digital e na redução das diferenças sociais por meio de aplicações de tecnologia”, destacou.

Segundo ele, “estamos vivendo um momento muito especial. São tempos muito desafiadores. No entanto, eles apresentam uma oportunidade única para empreendedores e para reconhecer o poder da união”, afirmou. Pontes destacou, ainda, que o Brasil está implementando a Estratégia Nacional de Transformação Digital, além do Plano Nacional de Internet das Coisas (IoT), com foco em quatro áreas: agricultura, cidades sustentáveis inteligentes, saúde digital e indústria 4.0.

O ministro revelou que outra prioridade do Brasil no setor digital é investir em uma rede de Centros de Pesquisa em Inteligência Artificial, que deve ser coordenada por instituições acadêmicas em parceria com empresas privadas. Neste sentido, ele reforçou o apoio à Declaração Ministerial e lembrou a contribuição relevante da força-tarefa criada pelo G20 para atuar em uma área essencial para o desenvolvimento econômico.

Oportunidades e Desafios

A Declaração Ministerial sobre Economia Digital do G20 aponta que, à medida que as sociedades e a economia global se digitalizam, há oportunidades cada vez maiores para melhorar os padrões de vida por meio de políticas centradas no ser humano, aumento da competitividade econômica, empregos de maior qualidade e prestação aprimorada de serviços públicos.

No entanto, ressalta que há desafios como superar as divisões digitais e desenvolver políticas e estratégias adaptadas à era digital, salvaguardar a privacidade e reduzir as desigualdades.

De acordo com o documento, é preciso ampliar a infraestrutura de conectividade digital e garantir o acesso a serviços e dispositivos da internet. O texto reforça a necessidade de conectar a humanidade, acelerando a penetração global da Internet, especialmente em áreas remotas e rurais. A declaração enfatiza ainda o papel da conectividade, tecnologias digitais e políticas para acelerar nossa colaboração e resposta à pandemia de COVID-19 e aprimorar a capacidade de prevenir e mitigar futuras crises.

A Declaração Ministerial foi elaborada pelos países do G20 com a colaboração da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e da União Internacional de Telecomunicações (UIT).