Brasília, 18 de outubro de 2018 - 16h26

América do Sul

07 de dezembro de 2010
por: InfoRel

Em março, os países que integram a União das Nações Sul-Americanas (UNASUL), devem colocar em prática o intercâmbio de informações e transparência de seus gastos militares.



Será a primeira vez que as compras de equipamentos militares será compartilhada em conjunto na região.



De acordo com o ministro da Defesa do Equador, Javier Ponce, “o fundamental é começar a demonstrar a vontade dos países em compartilhar primeiro a informação e de estarem dispostos a ajustar seus gastos em defesa”.



Ele deixou claro que o Conselho de Defesa Sul-Americano (CDS), não está em condições de impor limites aos gastos militares, mas que a região pretende atingir esse nível de cooperação em matéria de defesa.



Todos os países deveriam informar a Organização das Nações Unidas (ONU), sobre seus orçamentos militares e programas de aquisições e modernização de suas Forças Armadas, mas poucos o fazem.



A UNASUL decidiu então, adotar uma metodologia que será aplicada exclusivamente à região. Todas as informações serão publicadas na página web do organismo e estarão liberadas para consultas e pesquisas.



Atualmente, o Conselho de Defesa Sul-Americano é presidido pelo Peru uma vez que a Guiana, presidente pro tempore da UNASUL não tem condições de fazê-lo.

Assuntos estratégicos

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...