Defesa

OTCA
30/08/2005
Tratado Amazônico
31/08/2005

MINUSTAH

General Heleno condecorado pelas Forças Armadas Chilenas

O Comandante da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti [MINUSTAH], General-de-Divisão Augusto Heleno Ribeiro Pereira, recebeu, em 17 de agosto, “A Grande Estrela do Mérito Militar”, uma das mais importantes comendas das Forças Armadas do Chile. A medalha foi entregue pelo ministro da Defesa do Chile, Jaime Ravinet.

O General Heleno vai deixar o comando da MINUSTAH. No seu lugar assumirá outro militar brasileiro, o também General Urano Teixeira Matta Bacellar, que já foi sabatinado na ONU na semana passada.

Também na semana passada, a Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara aprovou requerimento para a realização de audiência pública com a presença do General Heleno. Ele deve fazer uma exposição em data a ser confirmada, sobre a participação do Brasil no Haiti.

A cerimônia de entrega da comenda chilena ocorreu em Santiago e contou com a presença do Representante Especial do Secretário-Geral das Nações Unidas no Haiti, embaixador Juan Gabriel Valdés, que esteve com o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, em Brasília, no último dia 22, quando conversaram sobre a provável prorrogação da missão de paz da ONU naquele país.

Segundo o Comando do Exército, em sua intervenção, o ministro chileno da Defesa, Jaime Ravinet, ressaltou que o Comandante da MINUSTAH demonstrou toda sua capacidade em comandar a Força de Paz das Nações Unidas sob condições muito particulares.

Para Ravinet, “sua prudência, às vezes criticada, permitiu o bom desenrolar da missão dessa Força de Paz”. Por sua vez, o embaixador Valdés expressou “sua alegria relativa a essa distinção enormemente merecida pelo General Heleno”.

Aproveitando a oportunidade, o General Heleno participou em Santiago, do Seminário: “Chile, Segurança Regional e o Futuro do Haiti “. Da mesma forma, em 19 de agosto, participou da reunião dos vice-ministros de Relações Exteriores e de Defesa do Chile, do Brasil, da Argentina, do Uruguai, do Equador, do Peru e da Guatemala, da qual também participou o Embaixador Valdés.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *