Brasília, 15 de outubro de 2018 - 21H45

Comércio Exterior

15 de dezembro de 2015
por: InfoRel

Brasília - O presidente da Argentina, Mauricio Macri, anunciou nesta segunda-feira, 14, que adotará duas medidas para facilitar as importações de carne e grãos do Brasil e destravar as importações de outros países. Além disso, um decreto assinado por Macri reduz de 35% para 30% o imposto de exportação da soja e isenta de impostos o trigo, milho, girassol e carne bovina. A Argentina pretende atrair cerca de US$ 10 bilhões com as medidas.



A partir de 31 de dezembro também deixará de vigorar a Declaração Jurada de Autorização a Importação (DJAI), norma burocrática, usada pela ex-presidente Cristina Kirchner para equilibrar a balança comercial quando faltavam dólares no país. Segundo empresários brasileiros, a DJAI servia para atrasar ou inviabilizar importações e os produtos eram retidos na fronteira à espera do sinal verde e se fossem perecíveis ou estacionais acabavam sendo devolvidos.



Já o ministro de Energia, Juan Jose Aranguren, anunciou que a partir do dia 1º de janeiro serão reduzidos os subsídios à energia, o que pode acarretar em aumento nas tarifas.


Assuntos estratégicos

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...