Brasília, 07 de abril de 2020 - 09h46
IDESF promove fórum contra organizações criminosas transnacionais

IDESF promove fórum contra organizações criminosas transnacionais

28 de agosto de 2019 - 10:20:08
por: Marcelo Rech
Compartilhar notícia:

Brasília – Nos dias 22 e 23 de agosto, o Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras (IDESF), promoveu em Foz do Iguaçu (PR), o Fórum “A Cooperação Interagencial para a Segurança Trinacional e sua Luta Contra as Organizações Criminosas Transnacionais”, evento que marcou também o início de mais uma turma de Pós-Graduação em Gestão, Estratégia e Planejamento em Fronteiras.

Participaram como conferencistas, o presidente da Parliamentary Intelligence-Security Forum e ex-congressista dos Estados Unidos, Robert Pittenger, e a ministra de Segurança da Argentina, Patricia Bullrich. Pittenger participou do painel ‘Ferramentas legais disponíveis para a cooperação internacional entre as agências de segurança’ e disse que a segurança das nações também depende da cooperação de todos os cidadãos com os órgãos responsáveis.

Já a ministra argentina participou do painel sobre o tema ‘Convergência dos grupos criminais, Primeiro Comando da Capital (PCC) e Comando Vermelho (CV) com outros atores de grupos criminais transnacionais e sua influência na Argentina e Paraguai’. O painel contou com a participação do diretor-geral do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Fabiano Bordignon, que trouxe um panorama do sistema carcerário nacional e destacou a intercooperação entre nações como fundamental para o combate aos crimes transfronteiriços.

Bordignon foi delegado-chefe da PF e coordenador do Comando Tripartite, formada por forças de segurança da Tríplice Fronteira, até o final do ano passado. Sobre as atuais responsabilidades, disse que o planejamento para os próximos três anos prevê a oferta de mais 100 mil vagas nas unidades prisionais. “Temos recursos próprios para oferecer 60 mil, as outras serão buscadas via PPP (parceria público-privada)”, destacou.

O diretor executivo do Center for a Secure Free Society (SFS), de Whashington D.C, Joseph Humire, proferiu a palestra sobre ‘Redes do grupo terrorista Hezbollah na tríplice fronteira: uma ameaça à seguridade hemisférica’.

No painel ‘Ferramentas Legais Disponíveis para a Cooperação entre as Agências de Segurança’, participaram o diretor de cooperação internacional da Argentina, Gastón Hernán Schulmeister, o coordenador-geral de Combate ao Crime Organizado da PF, Vagner Mesquita de Oliveira, Juan Jara, da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai, e o ex-congressista e presidente do Parliamentary Intelligence-Security Forum, de Washington, Robert Pittenger.

O terceiro painel abordou o tema ‘Iniciativas Legislativas no Paraguai que têm como objetivo melhorar o combate à lavagem de dinheiro, o financiamento do terrorismo  e o crime organizado’, com o senador Blas Llano, o senador Fernando Silva Facetti, presidente da Comissão de Prevenção e Luta contra o Narcotráfico, a deputada Rocio Vallejos, presidente da Comissão Nacional para o Estudo da Reforma do Sistema Penal e Penitenciário, o deputado Tito Ibarrola, presidente da Comissão de Luta contra o Narcotráfico, e o deputado argentino Luis Alfonso Petri.

O orador principal foi Joseph Humire, diretor-executivo do Center for a Secure Free Society (SFS), de Washington que palestrou sobre ‘Redes do Grupo Terrorista Hezbollah na Tríplice Fronteira: uma ameaça à segurança hemisférica’.

Foram tratados ainda: ‘Modelo de Cooperação Interinstitucional entre as Agências de Prevenção de Lavagem de Ativos’, ‘Ferramentas Legais para a Cooperação entre as procuradorias-gerais’, ’Casos notórios de crimes tributários: alcances transnacionais’, e ‘Casos notórios de Narcotráfico, contrabando e terrorismo’.