Relações Exteriores

Mercosul
29/04/2005
Exército
29/04/2005

Cooperação

III Conferência Ministerial da Comunidade das Democracias

O ministro Celso Amorim viajou para Quito, no Equador, onde integra a missão sul-americana que vai tentar a estabilização política do país. Antes, passou por Santiago do Chile, onde participou da Terceira Conferência Ministerial da Comunidade das Democracias.

Segundo o Itamaraty, “o objetivo desse foro é promover os princípios democráticos, apoiar os processos de transição para a democracia e promover o fortalecimento de suas instituições”. O evento contou com a presença da Secretária de Estado dos Estados Unidos, Condoleezza Rice.

A Comunidade das Democracias surgiu no ano 2000. É uma iniciativa dos Estados Unidos, que juntamente com Chile, Índia, Coréia do Sul, Mali, Polônia e República Tcheca, convocaram a Primeira Conferência em Varsóvia, no mês de junho de 2000. A Segunda Conferência realizou-se em novembro de 2002, em Seul.

Participaram do encontro de Santiago, Afeganistão, Albânia, Azerbaijão, Bósnia Herzegovina, Bolívia, Benin, Brasil, Colômbia, Croácia, Equador, El Salvador, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, Geórgia, Haiti, Hungria, Quênia, Coréia, Mali, México, Moçambique, Palau, Paraguai, Peru, Polônia, Santa Lúcia, San Kitts e Nevis, Sri Lanka, Tailândia e Ucrânia.

Amorim aproveitou a estada em Santiago para manter encontros bilaterais com ministros dos demais países, e autoridades chilenas. Um dos desafios para o Brasil é evitar que o presidente Hugo Chávez seja isolado graças à sua política em relação aos Estados Uidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *