Brasília, 20 de novembro de 2019 - 09h55
Internacionalização do turismo brasileiro é debatido no Reino Unido

Internacionalização do turismo brasileiro é debatido no Reino Unido

05 de novembro de 2019 - 16:12:01
por: Marcelo Rech
Compartilhar notícia:

Brasília – A internacionalização do turismo brasileiro é tema de debate na 40ª edição da WTM Londres que teve início nesta segunda-feira, 4, no Reino UNido. Na oportunidade, o presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, marcou presença no evento, que reúne 30 coexpositores brasileiros, para promover oito destinos (São Paulo, Salvador, Rio Grande Norte, Maranhão, Amazonas, Ilhabela, Foz do Iguaçu e Ceará), para os turistas estrangeiros. O evento termina nesta quarta-feira, 6.

Segundo Gilson Machado, “com movimento intenso, um dos estandes mais movimentados, e levando a Londres a nova marca de promoção internacional no Brasil, encerramos as atividades no primeiro dia com reuniões com o trade de mídia da Europa, China e Oriente Médio, além de representantes de associações internacionais ligadas ao turismo. Percebemos que, cada vez mais, o Brasil recebe a confiança do mundo”, explicou.

A Embratur destacou as reuniões dos seus representantes com players internacionais como Latam, Reed Travel Exhibitions, Norwegian Air, Asta, Air Europa e Virgin Atlantic. A presença brasileira está marcada por 41 expositores, entre estandes próprios e coexpositores da Embratur.

Além de receptivos, operadoras, companhias aéreas e redes hoteleiras, e oito destinos nacionais, o Brasil ainda está representado por Rio de Janeiro e Bahia, com estandes próprios, além do Consórcio Brasil Central, que reúne os estados de Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Roraima e Tocantins.

O presidente da Embratur destacou ainda a importância de fornecer informações pontuais e verdadeiras sobre o Brasil. “Tenho ido pessoalmente em eventos em diversos países do mundo para mostrar a realidade do nosso país, com dados corretos e sem fake news. Durante a missão com o presidente Jair Bolsonaro, no Oriente Médio, conquistamos mais espaço e geramos grande visibilidade para o Brasil, com garantia de investimentos internacionais. A Arábia Saudita tem o petróleo como fonte de renda e o Brasil tem o Turismo como fator de mudança em nossa economia”, destacou Gilson.

Outro ponto destacado pelo presidente da Embratur diz respeito ao MERCOSUL. Gilson Machado Neto garantiu que o governo brasileiro tem se empenhado para que o bloco “siga os exemplos de livre circulação que ocorre na União Europeia, pois, em se tratando de Turismo, o maior fluxo dos países europeus é de seus vizinhos”.