Brasília, 13 de dezembro de 2018 - 19h39

Irã: Brasil não mediará acordo

22 de junho de 2010
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

O governo brasileiro decidiu não participar mais dos entendimentos entre o governo do Irã e a comunidade internacional quanto ao programa nuclear desenvolvido pelo governo islâmico.



De acordo com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Brasil cumpriu seu papel ao mostrar ao mundo que é possível dialogar com Teerã.



Na avaliação de Lula, “o Brasil fez o que tinha que fazer. Fomos lá e provamos que somos capazes de convencer o Irã a sentar à mesa. Agora, eu acho que os outros resolveram punir o Irã porque queriam punir o Irã”.



Enquanto isso, o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, que realiza viagem ao Leste Europeu, criticou a estrutura do Conselho de Segurança da ONU.



“A reforma é inevitável. Se me perguntarem quando [ela ocorrerá] não saberei dizer. Mas não é plausível manter da maneira que está”, afirmou.



Na avaliação do ministro, a composição do Conselho de Segurança "não corresponde à realidade política" do mundo atual.



Ele também reclamou da falta de transparência do Conselho de Segurança.



Análise da Notícia



Marcelo Rech



Para muitos, o Brasil cometeu um erro ao tentar mediar um acordo entre o Irã e as potências nucleares.



Após o êxito alcançado com o acordo assinado em maio, mais sanções foram aprovadas no Conselho de Segurança.



Ficou provado que os Estados Unidos não tinham a menor intenção em ver uma solução pacífica para a crise.



O Brasil assumiu uma posição.



Foi claro ao defender o diálogo como saída.



E ao envolver-se num tema tão complexo, mostrou que está disposto a influenciar as decisões globais.



Para os críticos, o Brasil não tem razão em se meter num assunto que não lhe diz respeito.



Esquecem que o respeito internacional também se conquista com protagonismo.



E foi maduro ao decidir que agora, esse não é mais um problema seu.



Afinal de contas, não dá para trabalhar sério quando todas as cartas já estão marcadas e as decisões tomadas.

Assuntos estratégicos

Aprovado projeto que permite a expulsão de estrangeiros acusados de Terrorismo

Aprovado projeto que permite a expulsão de estrangeiros acusados de Terrorismo

Brasília – O Projeto de Lei que proíbe a concessão de visto e determina a...
Brasil quer entrar no mercado mundial de lançamentos de satélites

Brasil quer entrar no mercado mundial de lançamentos de satélites

Brasília – O governo federal, por meio da Agência Espacial Brasileira (AEB) quer...
Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

O Senado do Paraguai postergou para março de 2019 a análise de três projetos de...
Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Na última terça-feira, 4, a governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o ministro...
Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...