Brasília, 17 de novembro de 2018 - 05h52

Itaipu: Brasil aguarda resposta do Paraguai

21 de julho de 2009
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
O governo brasileiro aguarda uma resposta do Paraguai sobre a proposta apresentada na semana passada e que pode resultar num acordo sobre Itaipu.

Os presidentes Fernando Lugo e Luiz Inácio Lula da Silva, se reúnem no final desta semana, quando devem discutir os detalhes da proposta brasileira de aumentar para US$ 240 milhões anuais, o pagamento pela energia excedente adquirida por força do Tratado.

Além disso, o Brasil também acena com a possibilidade de permitir que a estatal paraguaia de energia, comercialize o produto diretamente no mercado nacional.

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, afirmou que se o Paraguai aceitar, haverá um cronograma de implementação que deverá ser respeitado uma vez que as mudanças não serão imediatas.

Atualmente, o Paraguai vende parte da energia a que tem direito para a Eletrobras. Ao comercializar-la diretamente no mercado, o Paraguai poderá praticar preços mais elevados.

Essa possibilidade vinha sendo constantemente rechaçada pelo ministro de Minas e Energia, Édison Lobão, e pelo diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge Samek.

Em depoimento na Câmara dos Deputados, no inà­cio do mês, Samek afirmou que os paraguaios interpretavam o Tratado de forma equivocada e que ao revender a energia livremente, estavam “revisando” o acordo de 1973.

Na opinião do ministro das Relações Exteriores, o Tratado não precisará passar por nenhuma revisão, mas a legislação interna brasileira terá de ser alterada.

Na sexta-feira, Amorim discutiu o assunto numa reunião com o ministro Lobão e o presidente Lula.

O Brasil trabalha para evitar que o Paraguai vá aos tribunais internacionais para defender mudanças no Tratado de Itaipu. Além disso, a proposta apresentada pretende evitar que o encontro entre os dois presidentes seja cancelado.

Além disso, o Itamaraty entende que as negociações não podem passar apenas pelo crivo dos técnicos. Neste sentido, o Brasil avalia o impacto polà­tico para o presidente Lugo que chegou a ser ameaçado de impeachment.

Celso Amorim explicou ainda que o Brasil mantém a proposta inicial de financiar uma linha de transmissão de energia elétrica entre Itaipu e Assunção, com recursos do BNDES.

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...