Relações Exteriores

Paraguai nega referendo sobre permanência no Merco
16/08/2012
Oriente Médio
16/08/2012

Itamaraty cobra investigação sobre morte de brasil

Itamaraty cobra investigação sobre morte de brasileiros na Bolívia

Brasília – O governo brasileiro decidiu nesta quarta-feira, 15, cobrar das autoridades bolivianas investigação sobre a morte de dois brasileiros numa delegacia de San Matías, município fronteiriço com o Brasil. Em nota, o Itamaraty manifestou “repúdio” ao linchamento de Rafael Max Diez, 27, e Jefferson Castro Lima, 22.

A Embaixada do Brasil irá acompanhar as investigações e exigir do governo boliviano que eventos semelhantes não voltem a acontecer.

Rafael Max Diez e Jefferson Castro Lima estavam presos acusados de assassinar três bolivianos na segunda-feira, 13. Eles foram queimados vivos depois que um grupo de mais de cem pessoas invadiu a delegacia e os retirou à força.

Brasil e Bolívia dividem uma fronteira de 350 quilômetros.

San Matías, de acordo com o seu prefeito, Carlos Velarde, é um dos municípios que menos apoio recebe do governo federal.

Defesa

O ministro da Defesa da Bolívia, Rubén Saavedra, informou que a segurança nas fronteiras com o Brasil será reforçada para evitar novos episódios envolvendo estrangeiros.

Um dos objetivos do governo é evitar que criminosos de outros países ingressem na Bolívia. Neste sentido, todo o aparato policial será mobilizado e haverá maior cooperação com os militares das Forças Armadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *