Relações Exteriores

Itália chama embaixador e Tarso defende refúgio
27/01/2009
Cooperação
27/01/2009

Itamaraty reconhece direito da Itália de convocar

Itamaraty reconhece direito da Itália de convocar seu embaixador

Nesta segunda-feira, o governo da Itália, decidiu chamar seu embaixador no Brasil, Michele Valensise, para consultas sobre o caso envolvendo o terrorista Cesare Battisti, preso em Brasília e que teve o seu pedido de refúgio concedido pelo ministro da Justiça, Tarso Genro.

De acordo com o Itamaraty, a decisão italiana representa um “instrumento de decisão diplomática comum” entre países. O Brasil fez o mesmo com o seu embaixador em Quito quando a Odebrecht foi expulsa do país pelo presidente Rafael Correa.

A decisão de convocar Valensise foi tomada após reunião com o primeiro-ministro Silvio Berlusconi. A Itália considera uma “grave decisão” do governo brasileiro e do procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, impedir a extradição de Cesare.

Em nota, o ministério das Relações Exteriores do Brasil afirma que “o governo brasileiro considera que todos os procedimentos sobre a questão estão sendo seguidos de acordo com a legislação brasileira”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *