Mundo

Democracia
28/09/2016
Integração Regional
28/09/2016

Energia

Japão investirá US$ 613 milhões em planta geotérmica na Bolívia

Brasília – O governo do Japão investirá US$ 613 milhões na construção de uma planta geotérmica na Bolívia. Os recursos serão utilizados pela estatal de energia elétrica ENDE nas obras de Laguna Colorada e o contrato de empréstimo foi assinado em La Paz pelo ministro de Planejamento do Desenvolvimento, René Orellana, e a embaixadora japonesa naquele país, Kyoko Koga.

De acordo com Orellana, “as notas reversais para a planta geotérmica consistem em um empréstimo de US$ 613 milhões que permitirão a geração de 100 megawatts de eletricidade”. A planta será erguida na parte sul do altiplano boliviano, em Potosí.

O empréstimo japonês implica em uma taxa de juros de 0,3% a um prazo de 40 anos e nove anos de carência. “Este projeto está contemplado no Plano de Desenvolvimento Econômico Social, com a qual se prevê que no ano de 2020 possamos gerar energia a 4.878 megawatts incluídas todas as fontes. Isso permitirá que a Bolívia possa exportar pelo menos 2 mil megawatts”, explicou o ministro.

A cooperação financeira reembolsável do Japão para a Bolívia vem sendo negociada desde a visita do presidente Evo Morales àquele país em 2010.  A embaixadora Kyoko Koga explicou que “este empréstimo reforça a confiança que o Japão tem na Bolívia. Trata-se do empréstimo mais alto outorgado pelo Japão a um país da América do Sul”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *