Brasília, 15 de outubro de 2018 - 13H18

Ilhas Malvinas

14 de fevereiro de 2011
por: InfoRel

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou nesta segunda-feira em Buenos Aires que navios militares ou civis do Reino Unido não atracarão em portos brasileiros e que o país não participará de nenhum esforço britânico de exploração de petróleo nas Ilhas Malvinas.



Ele deixou claro que “o Brasil tem um compromisso histórico regional com a Argentina” a respeito da sua soberania sobre as ilhas.



O ministro da Defesa argentino Arturo Puricelli garantiu que “a Argentina não tem hipótese de conflito com os países da região” e agradeceu o apoio brasileiro acerca das Malvinas.



Jobim e Puricelli se reuniram para aprofundar a cooperação em Defesa dando continuidade aos entendimentos iniciados pelas presidentas Cristina Kirchner e Dilma Rousseff em 31 de janeiro.



Em documento firmado ao final do encontro, ambos destacaram “a necessidade de incentivar a cooperação argentino-brasileira por considerá-la estratégica e essencial”.



O encontro marca o relançamento qualitativo das relações bilaterais em matéria de Defesa.



“Não consideramos hipóteses de conflito. Quem lida com hipóteses de conflito, sem dúvida tem uma visão muito atrasada, muito antiga do que é Defesa. Nós lidamos com o planejamento por capacidades e trabalhamos em função de interesses estrategicamente comuns, como são os que têm o Brasil com a Argentina e a Argentina com o Brasil, e com o resto dos países da América do Sul”, afirmou Puricelli.



Na avaliação de Nelson Jobim, a estratégia dos países sul-americanos “é uma estratégia de colaboração”.



“Por isso é necessário que Brasil e Argentina tenham uma mesma voz. Há necessidade de pensar que o futuro é um grande desafio para a América do Sul”, explicou.



Nessa linha, destacou a importância do Conselho de Defesa Sul-Americano e do Centro de Estudos Estratégicos que terá sede em Buenos Aires.



Cooperação



Brasil e Argentina decidiram aprofundar a integração e a cooperação em política de Defesa e o ministro da Defesa argentina assinalou que esse processo será intenso em temas de Ciência e Tecnologia.



Para Nelson Jobim, os dois países estão ingressando em um novo tempo em suas relações militares. Ele destacou a assinatura de um memorando de entendimento em que reforçam o interesse na fabricação do veículo militar Gaúcho, para operações navais e avançar no acordo FADEA-EMBRAER, e em breve, firmarão um acordo de transferência de tecnologia sensível.



Entre os temas tratados, se destacam:



- Projetos de desenvolvimento tecnológico e industrial, tais como o veículo Gaúcho y Programas KC-390 FADEA-EMBRAER; manutenção de turbinas navais que será executado pelo Arsenal Nacional “Comandante Espora”, e outros que possam ser identificados.



- Cooperação em matéria de apoio logístico às campanhas.



- Cooperação binacional para um Atlântico Sul livre de armas nucleares.



- Fortalecimento do programa anual de exercícios combinados.



- Cooperação conjunta para assistência a outros países.

Assuntos estratégicos

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...