Cooperação
11/04/2006
Integração Regional
11/04/2006

Economia

Lula é convidado para reunião do G-8

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi convidado pelo presidente russo, Vladimir Putin, para participar da reunião de Chefes de Estado e de Governo, a realizar-se entre 15 e 17 de julho na cidade de São Petersburgo.

O convite foi entregue pelo presidente do Governo da Federação da Rússia, Mikhaíl Fradkóv, em sua recente visita ao país. De acordo com a mensgaem de Putin, a agenda da reunião de São Petersburgo incluirá a segurança energética internacional, a luta contra doenças infecciosas e o desenvolvimento da educação.

Como presidente em exercício do G-8, Vladimir Putin destacou o interesse da Rússia em promover a participação, juntamente com os países membros do Grupo, “dos outros grandes Estados do mundo no discussão dos problemas globais”.

Nesse contexto, está convencido de que o Brasil “pode contribuir muito na elaboração das iniciativas que o G-8 lançará em 2006”. O Palácio do Planalto não confirmou a presença do presidente Lula no evento.

Parceria

Mikhaíl Fradkóv participou com o vice-presidente José Alencar, da IV Reunião da Comissão Brasileiro-Russa de Alto Nível de Cooperação, a mais elevada instância formal de colaboração bilateral entre Brasil e Rússia.

Além de reafirmarem o interesse recíproco numa parceria estratégica em assuntos de ciência e tecnologia, comércio e defesa, identificaram progressos nos setores aeronáutico, espacial, bancário e energético.

Os dois países pretendem incrementar a cooperação nas áreas técnico-militar e de defesa. Na oportunidade, foram assinados três documentos:

– Memorando de Entendimento e Cooperação na Área de Metrologia entre o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial da República Federativa do Brasil e a Agência Federal de Regulamentação Tecnológica e Metrologia da Federação da Rússia;

– Programa de Cooperação entre o Conselho Administrativo de Segurança Econômica do Ministério da Justiça da República Federativa do Brasil e o Serviço Federal de Política Antimonopólio da Federação da Rússia;

– Protocolo de Intenções entre o Instituto Rio Branco do Ministério das Relações Exteriores da República Federativa do Brasil e a Academia Diplomática do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Federação da Rússia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *