Brasília, 18 de novembro de 2018 - 13h31

Ingerência

30 de julho de 2009
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou nesta quinta-feira que “não me agrada mais uma base norte-americana na Colômbia”.

Ao lado da presidenta do Chile, Michele Bachelet, Lula expressou sua preocupação com o acordo militar que Colômbia e Estados Unidos discutem neste momento.

Lula lembrou que antes da posse do presidente Barack Obama, enviou uma carta ao governo dos Estados Unidos em que criticava a reativação da 4ª frota da Marinha norte-americana.

“Mandamos uma carta dizendo que não và­amos com bons olhos a 4ª Frota que atua praticamente em cima do pré-sal”.

O presidente revelou que no dia 10 de agosto, os presidentes sul-americanos estarão reunidos em Quito, quando deverão tratar do tema em reunião da União das Nações Sul-Americanas (Unasul).

Na tarde desta quinta-feira, Celso Amorim informou que recebeu informações do governo colombiano a respeito do acordo com os Estados Unidos.

No entanto, ressaltou que “a presença de tropas de paà­ses que não pertencem à  região sempre preocupa e deve ser melhor explicada”.

Soberania

O presidente Lula fez questão de ressaltar que cada paà­s tem soberania para resolver seus problemas, mas que isso não significa concordar com a instalação de uma base norte-americana na Colômbia.

“Posso dizer que, para mim, não me agrada mais uma base norte-americana na Colômbia. Mas como eu não gostaria que o Uribe desse palpite nas coisas que eu faço no Brasil, eu prefiro não dar palpites nas coisas dele”, afirmou.

O acordo que Estados Unidos e Colômbia estão negociando prevê que 800 militares e 600 civis norte-americanos sejam deslocados para três bases aéreas da Colômbia - Malambo, Palanquero e Apiay -, com o objetivo de facilitar as operações contra o terrorismo e o narcotráfico.

A exemplo do que já havia adiantado o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, Lula defendeu a convocação do Conselho de Defesa para discutir o assunto.

Venezuela

Os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Hugo Chávez conversaram na tarde desta quinta-feira sobre as tensões entre Colômbia e Venezuela, informou o Palácio de Miraflores em comunicado.

Chávez reclamou do perigo e a ameaça representada pela presença militar norte-americana no paà­s vizinho.

“O presidente Lula recebeu um telefonema do presidente Chávez e atuou nesse sentido de ajudar, reconhecendo as preocupações, mas querendo sempre contribuir para que as questões sejam resolvidas pelo diálogo”, afirmou o chanceler
Celso Amorim.

“Lula e Chávez também falaram sobre a situação polà­tica em Honduras, manifestaram preocupação e ressaltaram a necessidade de aumentar as pressões internacionais sobre o governo de fato para “garantir a restituição do presidente Zelaya e a democracia nesse paà­s irmão”, diz o comunicado do governo venezuelano.

Lula aproveitou para confirmar presença na 2ª Cúpula América do Sul – àfrica, que será realizada nos dias 26 e 27 de setembro em Caracas.

O assessor internacional da Presidência, Marco Aurélio Garcia estará em Caracas nesta sexta-feira, 31, e sábado, 1º.

Nos dias 19 e 20 de agosto será a vez do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, visitar a Venezuela, acompanhado de uma delegação de empresários brasileiros.

Os dois presidentes devem ter mais uma de suas reuniões trimestrais em setembro, em data ainda a ser confirmada.

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...