Brasília, 13 de dezembro de 2018 - 07h48

Memória

28 de janeiro de 2015
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Marcelo Rech, especial de San José, Costa Rica.



Já na condição de ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva esteve em San José para tentar reverter a decisão do governo costa-riquenho de cancelar um contrato com a OAS para a construção de uma rodovia de 58 km entre a capital da Costa Rica e o município de San Ramón.



A OAS possui um escritório em San José e, segundo funcionários do governo costa-riquenho, tentou superfaturar os valores da obra – não revelados – de tal forma que pedágio algum seria capaz de viabilizar o negócio. A empresa ficaria com o direito de explorar comercialmente a rodovia.



Na condição de presidente, Lula sempre levou em suas viagens internacionais comitivas de empresários. A exportação de serviços de engenharia era uma das prioridades e permitiu que as principais construtoras brasileiras obtivessem contratos tanto na América Latina como em países da África.



Em 18 de julho do ano passado, Lula se reuniu com o presidente Luís Guillermo Solís, acompanhado do presidente do PT, Rui Falcão, em São Paulo. Segundo relatos de funcionários do governo costa-riquenho, o ex-presidente brasileiro tentou reverter a decisão da Costa Rica de cancelar o contrato com a OAS. Ainda de acordo com fontes do governo da Costa Rica, Lula teria ido ao país quando a decisão já estava tomada, para buscar uma solução diferente.



Em abril de 2013, o Ministério Público da Costa Rica decidiu investigar a concessão por 30 anos à OAS para explorar por meio de pedágios aquela que seria a mais importante rodovia do país. Os US$ 524 milhões que a empresa investiria nas obras seriam recuperados em cinco anos. Durante a vigência do contrato, embolsaria outros US$ 4 bilhões.



Outra investigação realizada pela Assembleia Nacional concluiu que houve o pagamento de propina e superfaturamento. A rodovia Bernardo Soto se transformaria na mais cara da América Latina. Cada quilômetro custaria o equivalente a US$ 9 milhões.



O cancelamento do contrato com a OAS foi anunciado em rede nacional pela então presidente Laura Chinchila. Em 2011, ela recebeu Lula na Casa Presidencial em San José.


Assuntos estratégicos

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

O Senado do Paraguai postergou para março de 2019 a análise de três projetos de...
Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Na última terça-feira, 4, a governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o ministro...
Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...