Defesa

Parceria Brasil – França é estratégica, afirma Lul
23/11/2010
Gastos Militares
23/11/2010

Marinha construirá seis submarinos nucleares

Marinha construirá seis submarinos nucleares

O Comando da Marinha pretende construir seis submarinos nucleares e 15 convencionais até 2047, conforme anúncio feito pelo Almirante Júlio Soares de Moura Neto, nesta segunda-feira.

De acordo com o militar, os primeiros submarinos convencionais devem ser incorporados à força em 2016. Em 2021, será entregue o primeiro submarino nuclear.

Moura Neto justifica o plano. Segundo ele, os equipamentos são necessários para a defesa da plataforma marinha de 350 milhas e onde se encontram as principais reservas de petróleo e gás do país.

Os militares também estão preocupados com a nova posição internacional do Brasil que exige ampliar a capacidade de dissuasão.

Apenas nas bacias de Santos e Campos, a Petrobras confirmou reservas de 50 bilhões de barris de petróleo.

Moura Neto explicou que o submarino nuclear é o preferido por ter a capacidade de permanecer longos períodos submerso, cobrir grandes distâncias e poder atacar alvos múltiplos.

O primeiro submarino nuclear está sendo construído em parceria com a França e custará US$ 2,7 bilhões. Os outros cinco devem custar em torno de US$ 740 milhões cada.

O acordo com a França gira em torno de US$ 9,2 bilhões e o ministério da Defesa assegura que haverá transferência de tecnologia.

Enquanto o projeto de construção do submarino nuclear avança, o Brasil discute a construção de mais uma usina nuclear.

O país pretende reunir condições para produzir internamente todo o urânio necessário para abastecer os submarinos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *