Defesa

Caça Rafale será adquirido por Kuweit e Qatar
10/01/2012
Grupo de Trabalho vai regulamentar a Lei de Acesso
10/01/2012

Marinha garante construção de Navio-Patrulha de 50

Marinha garante construção de Navio-Patrulha de 500 toneladas

Brasília – A Marinha do Brasil por meio da Diretoria de Engenharia Naval e o Estaleiro Ilha (EISA) assinaram em 16 de dezembro, no Rio de Janeiro, o Termo Aditivo para a construção do sétimo Navio-Patrulha de 500 toneladas da classe Macaé. Este será o 5º navio do 2º lote.

A Marinha informou que essa classe de navios se destina ao patrulhamento das águas jurisdicionais brasileiras, cabendo executar diversas tarefas, dentre elas: patrulha para a vigilância e defesa do litoral, de áreas marítimas costeiras e das plataformas de exploração/explotação de petróleo no mar e contribuir para defesa de porto; promover a fiscalização que vise ao resguardo dos recursos do mar territorial, zona contígua e Zona Econômica Exclusiva; repressão às atividades ilícitas (pesca ilegal, contrabando, narcotráfico e poluição do meio ambiente marinho), contribuindo para a segurança das instalações costeiras e das plataformas marítimas contra ações de sabotagem; e realizar operações de busca e salvamento na área de responsabilidade do Brasil.

“A decisão pela construção em estaleiro privado nacional se coaduna com a política governamental de incentivo à construção naval e de geração de empregos, bem como da necessidade estratégica da capacitação e fortalecimento do parque industrial de tecnologia militar”, informa a Marinha.

O Estaleiro Ilha foi selecionado por meio de concorrência pública, como prevê a Lei n° 8.666/1993, que institui normas para licitações e contratos da Administração Pública.

A construção dos navios se dará nas instalações do estaleiro, no Rio de Janeiro, e será fiscalizada pela Diretoria de Engenharia Naval.

Eles fazem parte de um total de 27 navios a serem construídos conforme preconiza a Estratégia Nacional de Defesa, a partir de um projeto desenvolvido pela empresa francesa Constructions Mécaniques de Normandie.

O primeiro navio da Classe, construído na Indústria Naval do Ceará (INACE), Navio-Patrulha “Macaé”, foi transferido para o Setor Operativo da Marinha. O segundo, Navio-Patrulha “Macau”, foi incorporado à Força e deverá ser transferido para o Setor Operativo no início do primeiro semestre deste ano.

O primeiro navio será entregue em dezembro de 2012, e os demais em seqüência, um a cada seis meses.

Navios-Patrulha Oceânicos

A Marinha do Brasil assinou no dia 29 de dezembro, contrato de compra de três Navios-Patrulha Oceânicos de 1.800 toneladas, que serão produzidos pela britânica BAE Systems. O contrato prevê o fornecimento complementar de pacotes de munição e sobressalentes, documentação técnica e treinamento.

Essa aquisição atende ao previsto no Plano de Articulação e Equipamento da Marinha, que inclui a necessidade de 12 navios dessa classe, que irão contribuir para a segurança e a proteção da “Amazônia Azul”, bem como para o desempenho das atividades subsidiárias relacionadas com a Autoridade Marítima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *