Brasília, 21 de novembro de 2018 - 13h08
Marinha recebe Porta-Helicópteros Multipropósito Atlântico

Marinha recebe Porta-Helicópteros Multipropósito Atlântico

28 de agosto de 2018
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
Brasília – A Marinha do Brasil recebeu no último sábado, 25, o Porta-Helicópteros Multipropósito (PHM) Atlântico adquirido do Reino Unido por R$ 350 milhões. O navio tem capacidade para operar em seu convés de voo até 7 aeronaves simultaneamente, além de transportar até 12 aeronaves em seu hangar, podendo utilizar todos os tipos de helicópteros pertencentes à Marinha brasileira.

Além disso, tem capacidade para transportar até 800 militares como tropa e projetá-los por meio de movimento helitransportado, ou por meio de 4 lanchas de desembarque. Com mais de 200 metros de cumprimento e tripulação de 303 militares, o Atlântico será utilizado para o controle de áreas marítimas e projeção de poder sobre terra, pelo mar e ar.

A Marinha informou ainda que a embarcação dispõe de capacidade de suporte hospitalar e poderá ser empregada em missões de caráter humanitário, auxílio a vítimas de desastres naturais, de evacuação de pessoal e em operações de manutenção de paz, além de poder ser utilizado em missões estratégicas logísticas, transportando militares, munições e equipamentos.

De acordo com o ministro da Defesa, general Joaquim Silva e Luna, a chegada do navio garante a tranquilidade nesta parte do mundo, particularmente, no Atlântico, pois tem grande capacidade dissuasória, aumentando o poder de combate do país. Ele ressaltou ainda que, neste sentido, a Marinha vem desenvolvendo outros projetos, como o Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB).

Silva e Luna destacou também que a previsão, até o fim deste ano, é que o Brasil conte com um submarino convencional e entre cinco ou seis anos, um submarino com propulsão nuclear. Há previsão também da construção de reatores com finalidade múltipla, ou seja, do emprego militar à utilização na área de saúde.

O comandante da Marinha, almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira explicou que o navio será utilizado por muito tempo, pois foi reformado em 2012 e está em excelentes condições. Construído no Reino Unido e adquirido pelo Brasil em fevereiro, o navio passou por quatro meses de manutenção, antes de receber sua primeira tripulação brasileira.

Como integrante da Marinha britânica, o então HMS Ocean foi utilizado em diversas operações, servindo de apoio a ações humanitárias nas costas de Honduras e Nicarágua, atingidas pelo furacão Mitch, em 1998, e em ações humanitárias no Kosovo, em 1999.

Em 2000, o navio participou da Operação Palliser, em Serra Leoa. Em 2003, foi utilizado na Operação Telic, no Iraque, e em 2011, na Unified Protector, na Líbia. Já em 2012, prestou apoio aos Jogos Olímpicos de Londres. Por fim, em 2017, a embarcação foi utilizada em operações navais e ações humanitárias nas ilhas do Caribe, atingidas pelo furacão Irma.

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...