Brasília, 18 de fevereiro de 2019 - 12h44

Economia

29 de maro de 2005
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
O Brasil bateu o recorde de exportações em 2004, chegando aos US$ 100 bilhões. A meta para 2005 é de US$ 112 bilhões. Enquanto isso, as exportações do Mercosul, bloco prioritário para as pretensões da polà­tica externa do Brasil, registra exportações de US$ 135,6 bilhões

Segundo o diretor da Secretaria do Mercosul, o brasileiro Reginaldo Braga Arcuri, nunca antes o bloco havia conseguido exportar tanto. Os números são confirmados pelo Centro de Estudos Bonaerense, de Buenos Aires.

Essas exportações cresceram 27% em relação a 2003, quando chegaram aos US$ 106 bilhões. O Brasil foi responsável por US$ 96,47 bilhões, ou 71% do total das exportações do bloco. As exportações intra-zona, feitas dentro do bloco, atingiram US$ 17 bilhões, o que também é um recorde histórico.

Para Arcuri, "isso demonstra que, seja qual for o ângulo pelo qual se analisa hoje a evolução do Mercosul, primeiro institucional, depois a questão mais estritamente polà­tica e finalmente a econômica, o bloco se consolida, avança e aproveita muito esse momento de estabilidade macroeconômica e de avanços nos contatos entre os agentes privados".

Os programas nacionais de apoio à s exportações, as promoções comerciais conjuntas e a conquista de novos mercados para os produtos do bloco, são alguns dos responsáveis pela evolução do comércio no âmbito do Mercosul.

Últimas notícias