Brasília, 19 de novembro de 2018 - 06h23
MERCOSUL – UE retomam negociações para um Tratado de Livre Comércio

MERCOSUL – UE retomam negociações para um Tratado de Livre Comércio

10 de julho de 2018
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
Brasília – Teve início nesta segunda-feira, 9, em Bruxelas, aquela que pode ser a última rodada de negociações para um Tratado de Livre Comércio entre o MERCOSUL e a União Europeia. Nas últimas semanas, negociadores dos dois blocos manifestaram preocupação com a falta de flexibilidade e comprometimento em concluir uma negociação que se arrasta desde 1999.

Os chefes negociadores dos dois blocos estarão reunidos até sexta-feira, 13, quando se pretende anunciar um acordo. Diplomatas envolvidos nas tratativas, afirmam que os temas mais delicados dizem respeito ao setor automotivo, peças de automação, indicações geográficas, transporte marítimo e produtos lácteos. Sem entendimento nestes temas, o acordo corre o risco de não ser assinado.

Durante o encontro, as duas partes devem adotar um tom mais político, como forma de superar os obstáculos técnicos. Trata-se de uma estratégia para salvar o acordo. Em maio e junho, os dois blocos tentaram avançar nas negociações, o que não aconteceu.

No dia 18 de junho, o Uruguai recebeu a presidência pro tempore do MERCOSUL. Na oportunidade, o chanceler Rodolfo Nin Novoa afirmou que o bloco deveria negociar um Tratado de Livre Comércio com a China e abandonar o diálogo com a União Europeia.

Para piorar, a Comissão Europeia advertiu, também em junho, por intermédio do porta-voz de Comércio, Daniel Rosario, que o MERCOSUL tem "trabalho por fazer" e pediu que o bloco faça um "esforço considerável" em relação à rodada de Montevidéu.

Em Assunção, o ministro das Relações Exteriores do Paraguai, Eladio Loizaga, anunciou que se reuniria, junto com os chanceleres da Argentina, Brasil e Uruguai, com os comissários europeus de Comércio, Cecilia Malmström, e de Agricultura, Phil Hogan, no dia 18 de julho em Bruxelas, mas o encontro não está confirmado pela União Europeia.

Nos dias 16 e 17 de julho, também na capital belga, será realizado encontro de chanceleres da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC) e da UE. "Não pode ser que, depois de 20 anos, não possamos chegar a um acordo, mas não queiram colocar toda culpa no MERCOSUL. A União Europeia também tem sua responsabilidade", afirmou Loizaga.

EFTA

Na sexta-feira, 6, delegados do MERCOSUL e da EFTA, bloco integrado por Suíça, Noruega, Liechtenstein e Islândia, concluíram a quarta rodada de negociações.

De acordo com a chancelaria paraguaia, também foram realizadas reuniões dos grupos de trabalho sobre acesso a mercado de bens, regras de origem, serviços, investimentos, obstáculos técnicos ao comércio, medidas sanitárias e fitossanitárias, propriedade intelectual, compras governamentais, defesa comercial, assuntos institucionais, e solução de controvérsias.

As reuniões foram marcadas pelo pragmatismo que permitiu aos dois blocos avançarem nas negociações. As equipes negociadoras voltam a reunir-se em Buenos Aires, em outubro, e Genebra, no dia 26 de novembro.

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...