Defesa

Terrorismo
19/07/2005
Crise Política
20/07/2005

Segurança Regional

Militarização da Tríplice Fronteira

As possíveis ligações de mulçumanos residentes na região da Tríplice Fronteira, com grupos extremistas e terroristas que atuam no Oriente Médio, volta á tona com força total.

O jornal ABC Color, o principal do Paraguai, publicou matéria a respeito, mostrando que o terrorismo fundamentalista seria financiado com dinheiro enviado pela comunidade mulçumana daquela região.

Além disso, a possível construção de uma base militar no Paraguai e a abertura de um escritório do FBI naquele país gera muitas preocupações, inclusive no Congresso Nacional.

Depois do senador Pedro Simon manifestar a preocupação com a possível militarização da região, a deputada federal Maria José Maninha [PT-DF], também quer saber detalhes sobre a movimentação de tropas norte-americanas no Paraguai.

Ela apresentou requerimento na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara, para a realização de audiência pública, onde deverão ser ouvidos os ministros da Defesa, José Alencar e das Relações Exteriores, Celso Amorim.

Segundo ela, “as recentes notícias veiculadas nos meios de comunicação brasileiros e internacionais, informando da movimentação de tropas militares norte-americanas no Paraguai, inclusive com garantia de livre trânsito no território do país vizinho, são preocupantes”.

A deputada Maninha afirmou que a perspectiva de criação de uma base militar norte-americana no território paraguaio deve ser vista com reservas pelo governo e as Forças Armadas brasileiras.

“É necessário que nossos representantes nas pastas relacionadas com a questão prestem à Comissão as informações sob a ótica brasileira, relevando os interesses brasileiros não só na região, mas, principalmente os interesses para a segurança de todo o Cone Sul”, disse a deputada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *