Brasília, 30 de setembro de 2020 - 02h02
Ministro da Defesa boliviano crítica falta de controle na fronteira com o Brasil

Ministro da Defesa boliviano crítica falta de controle na fronteira com o Brasil

22 de março de 2020 - 18:33:42
por: Marcelo Rech
Compartilhar notícia:

Brasília – O ministro da Defesa da Bolívia, Fernando López, criticou duramente a falta de controle para evitar o ingresso de estrangeiros, na fronteira com o Brasil, em Puerto Suárez, como medida de combate ao coronavirus. Ao visitar a região, López constatou que brasileiros, das localidades de Corumbá e Campo Grande, continuam entrando na Bolívia sem problemas.

Segundo ele, “esta é uma piada como fronteira, não adianta estarmos isolados das 18h `s 5h da manhã quando aqui passa quem quer”. O governo boliviano decidiu fechar todas as fronteiras do país para os estrangeiros, exceto aqueles que residem no país.

“Por que deixam entrar as pessoas que vivem em Corumbá? São brasileiros, e na decisão do governo diz que não devem entrar nenhum estrangeiro”, cobrou. A Bolívia registra 15 casos de coronavirus.

Além de fechar suas fronteiras, a Bolívia também adotou a redução da jornada de trabalho no setor público e privado, de 8h às 13h. Também determinou o fechamento de supermercados e locais de abastecimento as 15h e a restrição do transporte público urbano que pode operar até às 16h. Já o tráfego de veículos está proibido entre 18h e 5h.

A Bolívia ainda suspendeu todos os voos internacionais e o transporte terrestre interdepartamental e interprovincial de passageiros. Apenas o transporte de mercadorias continua permitido sem restrições.