Defesa

Tecnologia Sensível
14/04/2015
Integração Regional
15/04/2015

Parceria

Ministro prestigia acordo entre Embraer e SAAB para Gripen NG

Marcelo Rech, especial do Rio de Janeiro

“Nasce aqui nessa LAAD o Gripen sueco-brasileiro”, afirmou o ministro Jaques Wagner, da Defesa, sobre o acordo entre Embraer e SAAB firmado nesta terça-feira, 14, durante a LAAD Defesa e Segurança, que permitirá o treinamento de engenheiros e pilotos brasileiros na Suécia. Num segundo estágio, esses profissionais irão desenvolver, na base de Gavião Peixoto (SP), o caça Gripen NG a ser exportado.

Ao participar da assinatura do acordo, ele avaliou que o ato representa o nascimento do Gripen sueco-brasileiro. “Quero parabenizar as duas empresas. É uma decisão que vai resultar na transferência de tecnologia. A SAAB vai se surpreender com a capacidade de nossos engenheiros e pilotos”, afirmou Wagner.

De acordo com o MD, a Embraer e a SAAB – indústria sueca – firmaram o acordo que prevê parceria na gestão conjunta do Projeto F-X2 da Aeronáutica. Na prática, o ato é sequência do Memorando de Entendimento anunciado em 2014. A parceria é parte do compromisso de cooperação industrial do grupo sueco em relação à produção do caça Gripen NG.

Além disso, o acordo prevê que a Embraer será responsável por quantidade considerável do trabalho em desenvolvimento de sistemas, integração, testes de voo, montagem final e entrega de aeronaves. A Embraer vai participar também da coordenação de todas as atividades de desenvolvimento e produção no Brasil.

Já no segundo semestre deste ano, informou o MD, uma equipe de engenheiros e técnicos da empresa brasileira irá para a Suécia realizar treinamento inicial na manutenção e no trabalho de desenvolvimento do Gripen NG. A Embraer destacou que essas habilidades e competências serão posteriormente multiplicadas para outros profissionais brasileiros.

A implementação da parceria para a gestão conjunta do programa entre as empresas sueca e brasileira acontecerá tão logo os contratos do F-X2, negociados entre a SAAB e o Comando da Aeronáutica, se tornem efetivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *