Brasília, 18 de novembro de 2018 - 11h26

Satélites

20 de maio de 2009
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
Os ministros da Defesa, Nelson Jobim, e da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende, serão convidados para discutir na Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional, do Senado Federal, a situação do Centro de Lançamentos de Alcântara (CLA), no Maranhão.

A audiência pública está prevista para 4 de junho. Confira mais detalhes sobre a binacional no blog InfoRech, acessado a partir da página inicial do InfoRel.

Brasil e Ucrânia firmaram em 2005, acordo de cooperação que deu origem à  Alcântara Cyclone Space, empresa binacional que trabalha no desenvolvimento dos foguetes Cyclone 4 e 5, que serão lançados da base.

O governo brasileiro enfrenta resistências de quilombolas que reclamam direitos sob as terras onde foi construà­da a Base de Alcântara. O projeto está atrasado por conta de decisões judiciais que paralisaram as obras no local.

Em abril, o diretor-geral brasileiro da Alcântara Cyclone Space, Roberto Amaral, falou ao Conselho de Altos Estudos e Avaliação Tecnológica, da Câmara dos Deputados, sobre o Programa Espacial Brasileiro.

Segundo ele, um foguete de qualificação que não tem caráter comercial, deverá ser lançado em 2010.

Sobre o projeto com a Ucrânia, Amaral afirmou que “neste momento, estamos realizando os estudos de impacto ambiental direto e indireto. Assim que essa fase terminar, teremos a licença para começar a construir o nosso sà­tio de lançamento”.

O ex-ministro da Ciência e Tecnologia afirmou ainda que a parceria do Brasil com a Ucrânia tem sido muito proveitosa. “O que sobra em um paà­s, falta em outro”.

Roberto Amaral destacou ainda que “o Brasil possui o melhor lugar do mundo para lançamento de satélites, Alcântara, que fica próxima à  Linha do Equador e ao lado do mar. Já a Ucrânia é um dos paà­ses com maior capacidade tecnológica para desenvolver veà­culos lançadores.”

Sobre a transferência de tecnologia prevista no acordo, Amaral afirmou que a Ucrânia abriu as portas de suas fábricas à  presença de técnicos brasileiros, “o que tem valor inestimável”, ressaltou.

“Temos uma estrutura deficiente para gerir o nosso programa espacial. Por falta de polà­tica governamental continuada e apoiada por recursos compatà­veis com a grandeza da missão, até hoje, e no futuro visà­vel, nossos satélites têm sido e serão lançados por outros paà­ses, mesmo aqueles poucos concebidos no Brasil. Ou seja, perda de divisas, de empregos e de soberania”, criticou.

Programa Espacial Brasileiro

O presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), Carlos Ganem, reuniu-se com o presidente do Senado Federal, José Sarney (PMDB-AP), que prometeu apoiar um maior investimento brasileiro em tecnologia espacial.

Carlos Ganem reconheceu que o Brasil está atrasado 30 anos nessa área se comparado com os paà­ses que estão ganhando a corrida espacial, "num negócio que é milhares de vezes mais compensador que toda a balança comercial brasileira".

De acordo com Ganem, “um programa espacial não pode ficar pendurado no desà­gnio de um partido que ganhe a eleição. Deve ser traduzido como algo essencial à  população. Esse é um programa vital na saúde, na educação, na integração das pesquisas. E é vital para um paà­s com as dimensões do Brasil”, afirmou.

O presidente da AEB revelou que a falta de apoio governamental tem obrigado os melhores técnicos brasileiros a migrarem para outros programas, como da Nasa, nos Estados Unidos, Roskosmos, na Rússia, e CNES, da França.

Warning: pg_exec(): Query failed: ERROR: invalid input syntax for integer: "" LINE 1: SELECT * FROM inforel.categoria_noticias WHERE id = ''; ^ in /home/inforel/www/classes/categoria_noticias.php on line 104

Warning: pg_fetch_array() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/inforel/www/classes/categoria_noticias.php on line 106

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...