Relações Exteriores

A Revisão do Tratado sobre a Não-Proliferação de A
29/03/2010
A Brigada de “Operações Burocráticas”
29/03/2010

Missão Peru-Colômbia rende US$ 2 milhões em negóci

Missão Peru-Colômbia rende US$ 2 milhões em negócios

A Missão Empresarial Peru-Colômbia, que terminou na quinta-feira (25/3) em Bogotá (Colômbia), gerou negócios imediatos de US$ 2,375 milhões para os empresários participantes.

Os negócios futuros previstos podem chegar a US$ 24 milhões, segundo levantamento realizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) junto aos integrantes da missão.

Realizada de 22 a 25 de março pela Apex-Brasil e o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), a missão empresarial visitou Lima (Peru) e Bogotá (Colômbia) onde foram realizados 814 contatos de negócios entre os empresários do Brasil e dos países visitados.

No Peru, foram 520 contatos empresariais, que renderam US$ 1,175 milhão em negócios imediatos.

Na Colômbia, as 294 reuniões geraram US$ 1,2 milhão. Integraram a missão representantes dos setores de limpeza, automatização industrial, máquinas e equipamentos, construção, elétrico-eletrônico, telecomunicações, gráfica, papelaria, odontológico, químico, serviços, siderurgia e vidros, entre outros.

Seminário de negócios

Em Bogotá, a programação empresarial da missão começou com a realização do Seminário de Negócios Brasil-Colômbia.

O evento foi aberto pelo secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e chefe da delegação brasileira, Ivan Ramalho, e o embaixador do Brasil na Colômbia, Valdemar Carneiro Leão.

Os dois representantes do governo brasileiro destacaram as potencialidades da economia colombiana e as oportunidades, no país, para empresas brasileiras.

O embaixador lembrou que a Colômbia possui o terceiro maior Produto Interno Bruto (PIB) da América do Sul, número que deve servir de incentivo às empresas brasileiras interessadas em realizar negócios no país.

Para Ivan Ramalho, é preciso investir no aumento do intercâmbio entre os dois países e buscar mais equilíbrio na balança comercial bilateral.

Em seu discurso, ele convidou o governo da Colômbia a realizar ações de promoção comercial das empresas colombianas no Brasil. “Seria uma possibilidade para os colombianos aumentarem a venda de seus produtos no Brasil”, destacou.

Em 2009, as transações comerciais do Brasil com a Colômbia tiveram superávit de US$ 1,2 bilhão favorável aos brasileiros. As exportações foram de US$ 1,8 bilhão e as importações de US$ 567,9 milhões.

Governo

A Missão Empresarial Peru-Colômbia também teve uma agenda de governo, que incluiu a realização de reuniões das Comissões de Monitoramento do Comércio Brasil-Peru e Brasil-Colômbia.

Além de MDIC e Apex-Brasil, também participaram do grupo representantes do Ministério das Relações Exteriores (MRE), da Zona Franca de Manaus (Suframa), da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *