Brasília, 15 de setembro de 2019 - 10h08
Natal será a capital da aliança entre Brasil e Alemanha

Natal será a capital da aliança entre Brasil e Alemanha

06 de setembro de 2019 - 08:00
Compartilhar notícia:

Amaro Sales de Araújo

O Rio Grande do Norte será, em 2019, entre os dias 15 a 17 de setembro, sede do 37º Encontro Econômico Brasil-Alemanha! Natal, terra de tantos encantos, será também a capital da aliança entre os dois países, suas instituições e empreendedores.

O EEBA, realização da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em parceria com a Federação das Indústrias Alemãs e com a Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha, trabalha, em síntese, para estreitar, ainda mais, as relações institucionais e de comércio entre as duas nações. Evento que será, para o Nordeste e, em especial, para o Rio Grande do Norte, um marco relevante nas relações comerciais internacionais, reconhecida a importância que tem a Alemanha, sob diferentes aspectos, para a economia brasileira.

Aliás, “escapando para o mundo” é uma das estratégias indicadas no Projeto MAIS RN, que ofereceu diagnóstico e linhas de atuação para o planejamento de desenvolvimento socioeconômico do nosso estado até 2035. Os negócios internacionais eram difíceis e complexos. O mundo mudou. Hoje os negócios são feitos com maior frequência e, apesar da burocracia brasileira, em um ambiente que tende a melhorar, considerando as medidas já anunciadas pelo Governo Federal de estímulo à produção e a pauta exportações/importações que se tornou imprescindível para o desenvolvimento nacional.

Juntamente com as instituições representativas dos empreendedores potiguares – FECOMERCIO, FETRONOR, FAERN – como também o SEBRAE e os Poderes Públicos, nos diferentes níveis de governo, vamos apresentar as potencialidades do Rio Grande do Norte e tentar atrair investidores, instituições e outros interessados em investimentos em nosso estado e na região Nordeste. Já temos uma caminhada persistente e de resultados nas relações com a Alemanha.

O Rio Grande do Norte, em particular, tem reiterado diálogo e aproximação com o estado da Renânia-Palatinado. O SENAI, casa que integra a FIERN, tem sido, por sua vez, um importante interlocutor com instituições alemãs no âmbito da inovação, tecnologia e qualificação profissional, além de outras perspectivas e providências de cooperação já efetivadas, a exemplo do projeto “Casa Passiva”.

Vamos, em resumo, estimular, trabalhar, articular para que o EEBA 2019 gere mais resultados, tornando Natal ainda mais conhecida dos alemães e com fundadas possibilidades de que o Estado consiga atrair investimentos diretos ou em parceria com grupos locais.

O Nordeste e o Rio Grande do Norte devem ser considerados as novas fronteiras para o desenvolvimento nacional, considerando o extraordinário potencial turístico e a matriz econômica diversificada. A aposta por aqui, tendo apoio, segurança jurídica, ambiente destravado, é muito promissora! Façamos o que nos cabe e vamos em busca de bons parceiros. Com a Alemanha, no caso concreto, a aliança tem fundamentos de segurança, respeito e prosperidade.

Amaro Sales de Araújo é o presidente da Federação das Indústrias do Estados do Rio Grande do Norte (FIERN)