Para imprimir é necessário habilitar o pop-up Enviar a notícia por e-mail
Aumenta a fonte 
Aumenta a fonte 
Mundo
Paraguai tem a Alemanha como grande aliado para o acordo MERCOSUL – UE
14/03/2017 - 14h19

Brasília - O ministro da Indústria e Comércio do Paraguai, Gustavo Leite, afirmou neste domingo, 12, que a Alemanha será o “grande aliado” para o futuro acordo de livre comércio entre o MERCOSUL e a União Europeia (UE) já que é uma das economias mais poderosas do velho continente. Leite fez a afirmação durante apresentação do Paraguai como plataforma competitiva, organizada pela Câmara de Comércio de Nuremberg.

“Nós estamos trabalhando para que o MERCOSUL feche um acordo de livre comércio com a União Europeia. As negociações estão avançando e acredito que hoje as circunstâncias geopolíticas fazem com que nos sentemos para falar de uma maneira diferente, muito mais pragmática. É aí que vejo a Alemanha como um grande aliado”, explicou.

Ele reconheceu que atualmente, o bloco econômico sul-americano funciona com alguns problemas, diferente da União Europeia onde já existe o livre comércio e a união aduaneira.

“O MERCOSUL ainda é um projeto imperfeito de países com instituições ainda imperfeitas, que pretendeu seguir o exemplo da UE muito rápido. Agora está voltando às suas raízes e as mesmas são uma zona de livre comércio e uma união aduaneira. É o que Argentina, Brasil, Uruguai e Paraguai, buscam neste momento”, afirmou.

Gustavo Leite destacou também a negociação de um regime automobilístico comum para o MERCOSUL como forma de fortalecer o bloco. “No setor de autopeças, temos uma negociação em curso para que haja um regime automobilístico entre Brasil e Paraguai. O Brasil já o tem com a Argentina e com o Uruguai”, detalhou.

De acordo Leite, o Paraguai converteu-se em um país muito competitivo em comparação com o Uruguai. Apenas em 2017, o governo habilitará a segunda e a terceira montadoras de automóveis e a ideia é montar pelo menos 100 mil carros. Há três anos, o país não montava nenhum veículo.

Depois de passar pela Alemanha, Gustavo Leite irá para a Espanha com o mesmo objetivo: apresentar o Paraguai com destino seguro e viável para investimentos.