Para imprimir é necessário habilitar o pop-up Enviar a notícia por e-mail
Aumenta a fonte 
Aumenta a fonte 
Defesa
Brasil e Colômbia vão expandir cooperação na área da Defesa
10/04/2017 - 13h53

Brasília - O Brasil e a Colômbia decidiram expandir a cooperação na área da Defesa. Foi o que acertaram o o Secretário de Produtos de Defesa, Flávio Basílio, e o vice-ministro da Defesa da Colômbia, General José Javier Pérez Mejía, na última terça-feira, 4, no Rio de Janeiro. Os dois conversaram sobre as áreas em que a cooperação poderá ser ampliada e fortalecida.

Na visão de Flávio Basílio, é importante também que as indústrias brasileiras e colombianas se aproximarem com a finalidade de desenvolverem projetos em conjunto. "Temos discutido um memorando de entendimentos para que possamos expandir oportunidades de negócios entre as duas bases industriais de defesa", revelou.

Já o vice-ministro colombiano lembrou que as indústrias militares de ambos os países mantém uma parceria de longa data. "Fomos os primeiros a adquirir as aeronaves Tucano e Super Tucano. Nossas indústrias estão abertas para todas as possibilidades de negócio. Queremos ampliar a capacidade e compartilhar tecnologias e co-produções", explicou o general.

De acordo com os entendimentos, os dois países podem aumentar a demanda industrial de defesa para outros mercados, principalmente, no setor naval. "Ficamos satisfeitos em saber que a Colômbia compartilha com o Brasil a ideia de produtos próprios e com transferência de tecnologia", afirmou Flávio Basílio. Um dos interesses da Marinha é desenvolver novos projetos como os da corveta da classe Tamandaré.