Para imprimir é necessário habilitar o pop-up Enviar a notícia por e-mail
Aumenta a fonte 
Aumenta a fonte 
Mundo
América Latina e Europa buscam unidade geopolítica
30/05/2017 - 11h47

Brasília - Cerca de 150 deputados europeus e latino-americanos pedirão aos seus governos que por ocasião da Cúpula União Europeia – CELAC, que se realizará em outubro deste ano em El Salvador, reforcem os laços comerciais, políticos e sociais com a bacia Atlântica. A proposta foi defendida em Florência, Itália, no encerramento da Assembleia Parlamentar da EUROLAT.

Durante os últimos três dias, representantes políticos dos países das duas regiões debateram como aprofundar a relação birregional e preparar a próxima cúpula no país centro-americano.

De acordo com o eurodeputado Ramón Jáuregui (Espanha), co-presidente do componente europeu da EUROLAT, o organismo deve trabalhar pela unidade geopolítica entre a União Europeia e a América Latina. Na oportunidade, também foram tratados temas das agendas regionais como a crise na Venezuela, o Brexit, os atentados em Manchester, a situação na Colômbia, Brasil e Cuba, entre outros assuntos.

Foram discutidos ainda os obstáculos que alguns países europeus impõem à importação de soja transgênica procedente da América Latina, e os intercâmbios de pesquisadores e estudantes para trabalhar, por exemplo, em projetos de infraestrutura, como a instalação de um cabo de transmissão de dados de alta velocidade entre Lisboa e Fortaleza e a cooperação em temas de emergências sanitárias.

Além disso, os parlamentares aprovaram um informe sobre as repercussões das negociações para os acordos Transpacífico e Transatlântico em relação comercial UE – América Latina. Da mesma forma, debateram o futuro do relacionamento comercial multilateral, tendo como horizonte a próxima cúpula da OMC a realizar-se em Buenos Aires no final deste ano.

A Assembleia Parlamentar Euro-Latino-Americana (EUROLAT) é a instituição parlamentar que integra a Associação Estratégica Birregional, estabelecida em junho de 1999 no marco das cúpulas UE – América Latina e Caribe. A EUROLAT foi criada em 2006 e é composta por 150 membros, sendo 75 do Parlamento Europeu e 75 dos diferentes parlamentos latino-americanos como o Parlatino, Parlandino, Parlacen e Parlasul, além dos parlamentos do Chile e do México.