Mundo

Fronteira
17/12/2015
Lava Jato
17/12/2015

Diplomacia

Obama voltou a pedir que o Congresso levante o embargo a Cuba

Brasília – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, voltou a pedir nesta quinta-feira, 17, que o Congresso norte-americano levante o embargo econômico contra Cuba, em vigor desde 1962. O pedido coincide com o primeiro ano desde a reaproximação entre Washington e Havana.

Segundo ele, “o Congresso pode apoiar uma vida melhor para o povo cubano ao levantar o embargo que é um legado de uma política fracassada”, afirmou. Por outro lado, Obama deixou claro que a normalização das relações bilaterais tomará o seu tempo natural.

O problema é que tanto a Câmara dos Deputados como o Senado são dominados pelo Partido Republicano que não deu nenhum sinal de que está interessado em dar este passo.

No dia 17 de dezembro de 2014, Obama e Raul Castro anunciaram simultaneamente o início de um diálogo bilateral histórico. Em abril deste ano, os dois se reuniram na Cidade do Panamá por ocasião da Cúpula das Américas, a primeira com a participação cubana.

“Hoje, a bandeira dos Estados Unidos flamea novamente em nossa embaixada em Havana, mais norte-americanos visitam Cuba e se relacionam com os cubanos que em qualquer momento dos últimos 50 anos”, expressou Obama que fez questão de advertir: “as mudanças não ocorrem da noite para o dia e a normalização completa das relações será uma viagem ainda muito longa”.

No entanto, Obama destacou que os últimos 12 meses são “um testemunho do progresso que podemos alcançar quando nos conduzimos em direção de um futuro melhor. No próximo ano, continuaremos neste caminho, dando poder aos cubanos e norte-americanos para que sejam os condutores do processo”, explicou.

Ele reconheceu que Washington continua mantendo diferenças com as autoridades cubanas, mas que estas divergências têm sido tratadas diretamente entre os dois governos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *