Agenda

Paraguai: dois pesos e duas medidas
22/04/2013
Guatemala confirma a compra de seis Super Tucanos
22/04/2013

Observadores internacionais respaldam processo ele

Observadores internacionais respaldam processo eleitoral no Paraguai

Marcelo Rech, especial de Assunção

A Justiça Eleitoral do Paraguai credenciou 513 observadores internacionais que respaldaram o processo eleitoral e defendem retorno imediato do Paraguai ao Mercosul e a Unasul. O chefe da missão de observadores da OEA, Óscar Árias, afirmou que o povo paraguaio pode confiar no seu Tribunal Eleitoral.

Durante todo o dia, desde as 8h da manhã, os observadores visitaram postos de votação em todo o país.

A romena Renate Weber, que presidiu a missão de observadores da União Europeia reclamou da divulgação das chamadas “boca de urna”, do transporte de eleitores e da quantidade de material propagandístico nas mesas de votação. Apesar disso, reconheceu que houve transparência no processo.

Membros do Parlamento Latino-americano, por exemplo, defenderam o imediato retorno do Paraguai ao Mercosul. O chefe da missão da Unasul, Salomón Lerner, pretende entregar um informe nas próximas semanas aos chanceleres do bloco sobre o processo, mas adiantou que os 28 observadores da Unasul não relataram nenhum problema grave.

O Uruguai defendeu ainda neste domingo, o retorno imediato do Paraguai ao Mercosul, mas, segundo fontes paraguaias, o Brasil é o país que mais se opõe a esta decisão.

Em diálogo com Cartes, a presidente Argentina, Cristina Kirchner, afirmou que “o lugar do Paraguai é no Mercosul”.

O Brasil não se manifestou a respeito das eleições deste domingo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *