Agenda

Refugiados
21/06/2016
Geopolítica
21/06/2016

Diplomacia

OEA define as prioridades para encaminhar solução para a crise na Venezuela

Brasília – O Secretário-Geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro definiu as três prioridades que tem o governo de Nicolás Maduro para encaminhar uma possível solução para a grave crise que enfrenta o país: libertação dos presos políticos, realização do referendo revocatório e ajuda humanitária.

Na avaliação de Almagro, “não há mais espaço para dialogar sem que medidas sejam adotadas para os problemas reais”. Ele recordou ainda que a Venezuela já realizou diversos referendos no passado recente. “A Venezuela realizou referendos antes. A libertação de presos políticos também é algo que pode ser resolvido amanhã, assim como abrir um canal de assistência humanitária. São coisas que estão custando muito à sociedade venezuelana e que estão pagando em vidas humanas. E há questões estruturais, um equilíbrio justo de poderes é fundamental para a democracia”, explicou.

Ele também rebateu as críticas de que estaria trabalhando para derrubar o governo venezuelano e afirmou que a convocação do Conselho Permanente da OEA para tratar do assunto é uma prerrogativa do Secretário-Geral.

Sobre o diálogo entre Venezuela e os Estados Unidos e a mediação da UNASUL e do ex–presidentes Martín Torrijos, do Panamá, e Leonel Fernández, da República Dominicana, e o ex-primeiro-ministro espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, Almagro reconheceu que “são complementares, porque é uma dinâmica de diálogo exitosa em termos externos. No entanto, ainda não produziu os resultados internos específicos que requer a situação venezuelana”, enfatizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *