Brasília, 20 de março de 2019 - 13h29

Américas

13 de abril de 2005 - 09:14:00
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
A Organização dos Estados Americanos [OEA], tentou por cinco vezes, mas não conseguiu eleger seu novo Secretário-Geral. O chanceler Luis Ernesto Derbez, do México, e o ministro do Interior do Chile, José Miguel Insulza, empataram em 16 votos em cinco votações.

No dia 2 de maio, a Assembléia-Geral Extraordinária da OEA volta a se reunir para definir o escolhido. Para ser eleito, um dos dois candidatos precisa de pelo menos 18 votos. O impasse está dividindo a organização, que teve seu último Secretário-Geral afastado por corrupção.

O ex-presidente de El Salvador, Francisco Flores, candidato dos Estados Unidos, ficou de fora da disputa. Ele desistiu da eleição e apóia o candidato mexicano. Dos paà­ses do Mercosul, Brasil, Uruguai e Argentina votaram no candidato chileno. O Paraguai vota em Derbez. A chanceler paraguaia Leila Rachid, espera ser nomeada para um dos cargos executivos da OEA.

José Miguel Insulza de 61 anos, teria ainda, o apoio da Venezuela, Chile, Suriname, Equador, República Dominicana, e de várias ilhas caribenhas. Já o chanceler mexicano, conta com os votos de Peru, Bolà­via, Panamá, Guiana, Honduras, Canadá, Costa Rica, Guatemala, Nicarágua, El Salvador, Colômbia, México e dos Estados Unidos.