Brasília, 01 de abril de 2020 - 17h52
Omã, Bahrein, Kuwait e Emirados Árabes no radar do Brasil

Omã, Bahrein, Kuwait e Emirados Árabes no radar do Brasil

16 de dezembro de 2019 - 17:55:57
por: Marcelo Rech
Compartilhar notícia:

Brasília – Nos últimos 15 dias, o deputado Eduardo Bolsonaro, presidente da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados, passou por Omã, Bahrein, Kuwait e Emirados Árabes Unidos, países que entraram de vez no radar da política externa brasileira e na agenda do comércio exterior. O presidente Jair Bolsonaro, por exemplo, deverá visitar o Kuwait já em janeiro.

Nos Emirados, em 30 de novembro e 1º de dezembro, Eduardo foi recebido pelo embaixador do Brasil em Abu Dhabi, Fernando Igreja, e teve reuniões com empresários locais. Eles esteve com o príncipe herdeiro Mohammed bin Zayed durante a celebração da data nacional dos Emirados, com Tahnoon Bin Zayed Al Nahyan, representante do governante na região leste do emirado de Abu Dhabi e responsável por levar o Jiu-Jitsu para o país, e na Hedayah, instituição global de conhecimento e experiência em diálogo, capacitação e pesquisa para combater o extremismo violento em todas as suas formas.

Em Omã, nos dias 8 e 9, Eduardo Bolsonaro se reuniu com o presidente do Congresso e parlamentares eleitos, com o vice primeiro-ministro, Mahmoud Al-Said, o secretário-geral do Ministério das Relações Exteriores, Sayyid Badr bin Hamad Albusaidi, visitou a usina de pelotização da Vale na cidade de Souhar, e foi acompanhado pelo embaixador do Brasil em Omã, José Marcos Nogueira Viana.

No Bahrein, nos dias 10 e 11, Eduardo Bolsonaro, acompanhado do Embaixador do Brasil, Norton Rapesta, foi recebido pelos ministros da Defesa, do Interior e de Relações Exteriores, além do presidente do Parlamento.

Entre 12 e 14 de dezembro, ele esteve no Kuwait onde se reuniu com o presidente da Comissão de Relações Exteriores do Parlamento, o presidente do Grupo de Amizade Kuwait-Brasil, o presidente do Parlamento, o subsecretário de Cooperação Internacional do Ministério de Relações Exteriores e com o vice-ministro de Relações Exteriores.

A embaixada do Brasil no Kuwait, informou que a visita ao país foi muito importante porque o governo brasileiro está descobrindo o Conselho de Cooperação do Golfo (GCC) como um conjunto de países que devem ser tratados com a mesma importância. Os dois países têm muitos interesses em comum e um deles poderá ser o desenvolvimento de um acordo em Defesa.

Durante o giro pelos países árabes, ele aproveitou para apresentar oportunidades de investimentos no Brasil e falou sobre as mudanças na economia e na segurança do país. Bolsonaro também pediu mais cooperação entre os parlamentos dos países visitados com o Brasil.

Esta foi uma missão de reconhecimento e troca de informações onde o deputado pôde falar sobre o Brasil e perguntar a respeito da situação e dos conflitos regionais e seus principais atores.