Mundo

Diplomacia
08/04/2016
Narcotráfico
10/04/2016

Diplomacia

ONU aprova extensão da plataforma marítima argentina e inclui as Malvinas

Brasília – A Comissão de Limites da Plataforma Continental (CLPC) das Nações Unidas aprovou petição argentina para a demarcação dos alcances de sua soberania no Atlântico Sul que inclui as Ilhas Malvinas. O órgão é integrado por 21 especialistas e foi criado pela Convenção da ONU sobre o Direito do Mar. A decisão constitui, para os argentinos, “um fato histórico que reafirma os direitos de soberania da Argentina em uma zona política, econômica e estratégica como o Atlântico Sul”, destacou a chancelaria em comunicado.

De acordo com a ministra de Relações Exteriores, Susana Malcorra, “esta é uma ocasião especial para a Argentina. Demos um grande passo na demarcação do limite exterior de nossa plataforma continental, o limite mais extenso da Argentina e nossa fronteira com a humanidade”, afirmou.

O governo argentino informou que a decisão deu-se por consenso e implica num aumento de 35% do leito e subsolo marítimo sob sua soberania, já que incorpora à sua plataforma 1,7 milhões de quilômetros quadrados.

 A petição argentina vem de abril de 2009 e inclui o limite exterior da plataforma continental de todo o território argentino e a Antártida, mas também as Ilhas Malvinas, Geórgias do Sul e Sandwich do Sul, hoje sob soberania britânica. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *